Música

Música

AVA MAX LANÇA NOVO SINGLE, “TORN”

ViewImage

Cantora participará do Pandora Live junto com Jonas Brothers na próxima terça

 Fenômeno do pop mundial, dona de um discurso poderoso e com letras que falam de aceitação e personalidade, Ava Max lança, nesta segunda-feira, dia 19 de agosto, o novo single “Torn”. Em amanhã, dia 20, a artista participa do “Pandora Live”, com a banda Jonas Brothers, em Nova York, Estados Unidos.

 “Amor e ódio são as duas emoções mais fortes que experimentamos em todos os relacionamentos. Torn explora a luta entre esses dois sentimentos e qualquer pessoa vai se reconhecer nessa letra. Eu estou muito animada em dividir com o mundo esse novo single. E se preparem para o clipe que deve sair em breve…” revela Ava sobre a nova faixa, que já tem o lyric vídeo disponível neste link!

Considerada a “Princesa do Pop”, pela V Magazine, e indicada como uma das “artistas que você precisa conhecer”, pela Rolling Stone, Ava segue alcançando números que impressionam. Com mais de 600 milhões de views nos clipes, selo triplo de platina na Noruega e na Suécia, platina dupla na Austrália, Holanda, Irlanda e Suíça, e selo de platina no Reino Unido, a cantora também é uma das indicadas ao VMA 2019 na categoria “Artista Revelação”. O VMA 2019 acontece no dia 26 de agosto, com transmissão mundial pelo canal MTV.

Ava conquistou as rádios e as plataformas digitais do mundo com o hit pop “Sweet But Psycho” e segue a trilha de sucesso dominando os charts mundo a fora. “Sweet But Psycho” já ultrapassou a marca de 60 milhões de streams globais, se mantém em 34º lugar na lista Hot 100 da Billboard e em mais quatro charts da publicação americana. No YouTube, o single já ultrapassou a marca de 400 milhões de views.

“So Am I”, que já ultrapassou os 33 milhões de streams, segue no TOP 200 do Spotify Global e do Reino Unido desde o lançamento, no início do ano, e já atingiu a marca de 75 milhões de views no YouTube. Recentemente, Ava lançou dois novos singles, as baladas “Freaking Me Out” e “Blood, Sweat and Tears”.

Filha de imigrantes albaneses, Ava enfrentou muito preconceito, mas jamais desistiu do sonho de cantar. Grande aposta do pop mundial, Ava Max não para de subir nos rankings ao redor do mundo e se posiciona como um dos maiores fenômenos da atualidade. Com mais de 2 milhões de seguidores nas redes sociais, Ava figura nas paradas de sucesso desde o lançamento de “Sweet But Psycho”, em 2018.

Leia mais
Música

Performance de Lizzo é confirmada no VMA 2019

Lizzo_-_Palace_Theatre_-_St._Paul_(42090458422)

Cantora recebeu duas indicações na premiação, como “Artista revelação” e “Artista em Ascenção”

A MTV anunciou, nesta terça-feira, que Lizzo será uma das atrações do VMA 2019, que acontece no dia 26 de agosto, em Nova Jersey, com exibição global pela emissora. Lizzo também está indicada ao prêmio nas categorias “Artista Revelação”, junto com a cantora Ava Max, e “Artista em Ascenção”, na qual o cantor Bazzi é um dos indicados.

Lizzo lançou recentemente o clipe oficial do single “Tempo”, com participação de Missy Elliott, que será a grande homenageada do VMA com o prêmio “Michael Jackson Vídeo Vanguarda”. “Tempo” faz parte do atual álbum de Lizzo, ocupa hoje o 5º lugar do iTunes no Reino Unido, e já ultrapassou a marca de 8 milhões de views com o clipe no YouTube.

Uma das maiores revelações da música, Lizzo segue conquistando o mundo com sua atitude positiva, seu vozeirão de furacão e suas letras irreverentes e que transbordam verdade em seus versos.

Seu álbum “Cuz I Love You” segue em 8º lugar na lista Billboard 200, está em 6º no iTunes dos Estados Unidos e em 27º no chart da revista Rolling Stone americana. A repercussão com o nome de LIzzo trouxe para as listas seu primeiro EP “Coconut Oil”, que figura na Billboard 200, no Top 200 da Rolling Stone e no Top 100 do iTunes Estados Unidos.

Além de Lizzo, outros artistas da Warner Music estão entre os indicados da premiação. São eles: Ed SheeranPanic At The DiscoTwenty One PilotsClean BanditBad BunnyDua LipaDavid GuettaBebe RexhaAnderson.Paak, que recebeu três nomeações, e Cardi B, recordista de indicações e que aparece em quatro categorias, incluindo a de “Artista do Ano”. Para conferir a lista completo dos indicados, clique aqui!

 

Leia mais
Música

Senzala Hi-Tech comemora 10 anos com o novo disco “Represença”

image2

Banda representante do Afrofuturismo na cena do hip hop nacional lança primeiro disco no dia 9 de agosto em todas as plataformas digitais. Projeto traz mensagens de amor, resistência social e política com ritmos afro-brasileiros e afrolatinos

Com uma década de carreira, a banda afrofuturista Senzala Hi-Tech reforça a união do rap com a cultura afro-brasileira em seu primeiro disco “Represença”, lançado no dia 9 de agosto em todas as plataformas digitais (https://ps.onerpm.com/8216704149). Com forte questionamento político e social, a liberdade sonora na construção musical e o tom crítico e de contestação nas letras são as principais marcas do novo projeto do grupo formado por Diogo Silva (vocalista e compositor), MC Sombra (vocalista e compositor), Minari (produtor musical) e Junião (percussionista).

Com bases no rap futurista mescladas ao dub, samba, reggae e sons da África às Américas, o disco traz as influências musicais e culturais ainda mais condensadas com o objetivo de fazer uma música brasileira mais leve e dançante. “A ideia é unir esses ritmos e trazer um som novo, sem deixar de lado as nossas ideias e o que acreditamos. Vejo o Senzala não só como uma banda, mas como um instrumento de luta e comunicação em busca de equidade em um mundo cada vez mais injusto”, comenta Minari. “Tentamos trazer pra discussão não só a luta do povo preto, mas de todas as minorias que juntas se tornam maioria. Essa busca por união e vontade de quebrar paradigmas me mantem instigado a fazer parte desse projeto”, complementa o produtor.

“Represença” conta com oito faixas, sendo quadro delas inéditas e as demais já antecipadas ao público desde 2018 (Chá das Cinco, Bozolândia, Mercadores da Meia Noite e Terra da Pilantragem). O disco tem como objetivo transmitir ao público a seguinte mensagem: “Desconfiem de soluções fáceis. Primeiro questione, depois reflita e depois questione novamente”. As músicas, escritas por Diogo Silva e MC Sombra, abordam a violência como geração de lucro, os mercados proibidos que socialmente são legais, a conjuntura política nacional e a liberdade do corpo.

“As letras nos remetem a como agimos a determinadas informações e como somos frágeis para interpretá-las. Entender que a corrupção é ambidestra, não tem lado e é mais antiga que o Brasil. É necessário que o país seja violento para que alguém possa vender segurança e é sobre isso que falamos: práticas antigas que ganham novas roupagens com novo personagens”, explica Diogo. “O Senzala é o resgate dos valores do homem negro com menos acesso dentro da sociedade, como a falta de acesso a formação educacional e adentrar ao ramo de trabalho mesmo depois de uma formação acadêmica. É a continuidade das nossas ancestralidades nas músicas afroculturalmente falando”, comenta MC Sombra.

Definida como uma grande mistura de tecnologia avançada nas produções musicais com o toque ancestral do tambor – cultura que faz parte de matrizes africanas – a banda Senzala Hi-Tech é fortemente influenciada pela música e pelas artes visuais da África às Américas. Na linha de frente com a percussão, mas também responsável pelas artes do grupo, Junião conta que o grupo vai além da mistura das batidas do hip hop aos diversos ritmos herdados de todos esses povos. “Queremos unir afrobrasilidades e afrolatinidades, somar a sonoridade e a história do jongo, do coco e do maracatu às sonoridades da salsa, do dub, do funk, da música árabe, do samba e do que mais tiver a ver com a gente. Sempre absorvendo influências desse caldeirão de culturas que é a cidade de São Paulo”, diz.

O disco conta com diversas participações como Duani (baixo e cavaco), Renata Jambeiro (voz), Raphael Gomes (violão), Didi (percussão), Daví Índio (baixo), Conrado Bruno (trombone de vara), Rodrigo Bento (sax barítono), Paulo Kishimoto (teclados), Natan Oliveira (trompete), Emílio Mizão (guitarra), Toca Ogan (percussão). No dia 10 de agosto o Senzala Hi-Tech se apresenta no Festival DeMo Sul, no palco AlmA, em Londrina – PA.

O Senzala Hi Tech

A formação da banda faz parte de sua essência de misturas e ideais. Há 10 anos, depois de levar a medalha de ouro no Taekwondo pelos jogos Panamericanos em 2007, Diogo Silva une a paixão pelos esporte com a música ao criar o Senzala ao lado de MC Sombra, Minari e Junião. “É muito comum os atletas terem uma ligação forte com a música. Elas nos acalmam, concentram, dão força. Eu escutava muito “Se Tu Lutas, Tu Conquistas”, do SNJ (lendário grupo de rap do MC Sombra) e quando o conheci tivemos a ideia de fazer esse som, trazer isso à tona”, conta Diogo. “No início eu tinha pouco tempo para ficar no Brasil. Em 2017 fui morar na África do Sul, a influência negra ficou ainda amais latente e, foi nesse momento, que compus parte do single Na Terra da Pilantragem”, complementa.

Da zona norte de São Paulo, MC Sombra trabalha sua carreira com três frentes: solo, grupo SNJ (Somos Nós a Justiça) e Senzala Hi Tech. Entregue à música, o denominador comum é levar entretenimento e cultura sempre na luta pelas identidades e contra os desequilíbrios sociais e raciais. “O Senzala é uma grande diversidade musical que traz culturas embasadas nas letras e que busca despertar a autoestima da população. Nossa música é a afirmação de homens e mulheres negras na sociedade”, explica o MC.

À frente da produção musical do grupo, Minari também faz parte do SNJ desde 2010 e tem longa história em eventos pela cidade de São Paulo, onde conheceu Sombra e Diogo. “Temos 10 anos de caminhada, é um casamento que deu certo, temos muito respeito um pelo outro e antes da ligação profissional somos amigos e isso torna tudo mais fácil”, reflete. “É o nosso primeiro disco e nasceu em uma época em que não podemos nos dar ao luxo de ignorar as questões políticas e sociais do Brasil, vivemos um tempo onde se posicionar é cada vez mais importante e isso reflete muito no nosso trabalho”, diz o produtor.

Percussionista, Junião já dividiu palco com grandes nomes da música nacional, como Tom Zé, Mundo Livre S/A, Mestre Ambrósio, Nação Zumbi, Racionais MCs, entre outros. Atualmente, além do Senzala Hi Tech, também toca com o grupo Lavoura. Além das batucadas, o artista também é cartunista e responsável pelas artes da banda. “Arte para mim, é de onde tudo começa. É como eu raciocino, e como eu enxergo o mundo a minha volta”, conta ele. Com referências que começam a arte europeia do começo do século XX, pintores cubistas, faustas e surrealistas, passando pela arte africana, pelos muralistas mexicanos e chegando até ícones da resistência e luta antirracista como Emory Douglas, ilustrador e designer dos Panteras Negras, Junião declara: “Para o disco, pensei no começo, na origem, na raiz das coisas todas, o que nos faz presentes e o que nos conecta”.

Senzala Hi Tech completa 10 anos de carreira em 2019, com lançamento do disco “Represença”. Em 2015 colocaram o primeiro EP no mercado, com seis faixas. Em 2016 foram finalistas do Prêmio Profissionais da Música na categoria Hip Hop. Já ocuparam diversos espaços culturais, entre eles Sesc Belenzinho, Sesc Sorocaba, Jazz Nos Fundos, Festival Afreaka, Jazz nos Fundos, Festival AfroMusic, programa Manos e Minas, da TV Cultura, e também a Campinas, São Carlos e Ribeirão Preto.

Ficha Técnica “Represença”

  1. Na Terra da Pilantragem – part. Gustavo da Lua (percussão), Daví Índio (baixo), Emílio Mizão (guitarra), Natan Oliveira (trompete), Didi (percussão)

  2. Mandaram Apagar

  3. Chefe de Estado – part. Emílio Mizão (guitarra),

  4. Bozolandia – part. Daví Índio (baixo), Emílio Mizão (guitarra)

  5. Batucada – part. Toca Ogan (percussão), Gustavo da Lua (percussão), Daví Índio (baixo), Paulo Kishimoto (teclado), Natan Oliveira (trompete), Rodrigo Bento (sax barítono), Conrado Bruno (trombone de vara)

  6. Amor Verdadeiro – part. Duani (baixo e cavaco), Renata Jambeiro (voz), Raphael Gomes (violão), Natan Oliveira (trompete), Conrado Bruno (trombone de vara), Didi (percussão)

  7. Chá das Cinco – part. Gustavo da Lua (percussão), Daví Índio (baixo), Emílio Mizão (guitarra)

  8. Marcadores da Noite

Leia mais
Música

The Black Keys divulga clipe dos ensaios para a turnê “Let’s Rock”

THE BLACK KEYS

Novo álbum já atingiu a marca de 100 milhões de streams globais e segue na Billboard 200

Prestes a iniciar a turnê do novo álbum “Let’s Rock”, em setembro, o duo The Black Keys divulgou hoje o clipe de “Go”, gravado durante os ensaios para a tour. Nesta primeira performance ao vivo de “Go”, os músicos são acompanhados pela banda que fará parte da turnê oficial do novo álbum. Para assistir ao vídeo completo, clique aqui!

O vídeo foi gravado durante um dos ensaios assistido por alguns membros do fã clube, e já é possível ter um vislumbre do que esperar dos shows de “Let’s Rock”. Para mais detalhes da turnê, clique aqui!

Um dos álbuns de rock mais elogiados pela crítica e pelos fãs do duo, “Let’s Rock” estreou em primeiro lugar na lista de best-sellers da Billboard. O novo projeto da banda está atualmente entre os 200 álbuns mais populares da Billboard, Rolling Stone e do iTunes americano.

“Lo/Hi”, uma das faixas do novo projeto, foi apontada por BBC, Billboard e GQ como uma das melhores músicas lançadas neste ano. A faixa já ultrapassou a marca de 22 milhões de streams ao redor do mundo e colocou The Black Keys de volta aos charts, fazendo a banda chegar ao TOP 100 de diversos países como Áustria, Bélgica, Itália, Holanda, Suécia e Suíça.

Com influências de Blues e do Indie, The Black Keys surgiu em Ohio, em 2001. De lá para cá, foram oito álbuns lançados, mais de 11 milhões de álbuns vendidos, seis Grammy Awards, 2 bilhões de streams ao redor do mundo, além de apresentações nos palcos principais de festivais como Coachella e Lollapalooza.

Leia mais
Música

DJ Lyus apresenta seu som na Story Party em São Paulo

image001 (3)

DJ Lyus apresenta seu som na Story Party em São Paulo

 

 

Fotos em alta (Matheus Fialho/Divulgação) – https://we.tl/t-6sHgJ5fWwN

 

Lyus, um dos mais jovens DJs e produtores musicais do país, será a atração eletrônica da Story Party, matinê que acontece no sábado, 10 de agosto, na The Week, em São Paulo. Além de esquentar a pista com as suas batidas, o artista apresentará as autorais “Hope Right Now”, “Move On” e a recém-lançada “Summertime Lover”. O DJ e Produtor Musical se consolida cada vez mais no cenário da música eletrônica.

Serviço:

Story Party

Data: 10/08/2019

Abertura dos Portões: 15h

Horário show Lyus: 18h

Local: The Week

Endereço: Rua Guaicurus, 324 – Água Branca – São Paulo, SP

Classificação Etária: 13 a 17 anos

Vendas online: https://www.clubedoingresso.com/evento/story-10-08-2019

CONHEÇA LYUS

 

Apesar da pouca idade Lyus vem se consolidando cada vez mais no cenário da música eletrônica. Com dois anos de carreira, o DJ e produtor musical de apenas 16 anos é a mais nova aposta do mercado. O interesse pela música surgiu quando o jovem tinha 12 anos.

“Sempre tive uma vida muito agitada e com muita música envolvida. Desde pequeno, meus pais já me levavam a grandes shows aqui em São Paulo. A ideia de ter um projeto de carreira na música veio na minha festa de aniversário de 12 anos. Tinha um DJ tocando e ele apresentou pra mim um pouco do trabalho, desde então tenho estudado muito em meu projeto”, conta.

Luís Felipe Miranda, o nome por trás de Lyus, é um jovem estudioso. Com o incentivo dos pais passou a se aperfeiçoar cada vez mais, se dedicando à produção musical e ao domínio de softwares, com o objetivo de produzir sempre com qualidade máxima.

O esforço e a dedicação valeram a pena. Logo, ele começou a tocar em festas e aos 15 anos, em 2018, disponibilizou o remix de “All Your Love” (GUDI Feat Rhea Raj). No mesmo ano divulgou nas plataformas de streaming e redes sociais o single “Hope Right Now” (www.youtube.com/watch?time_continue=4&v=ob6tNESiQfg). A produção, que traz alguns diferenciais como um poema autoral declamado pelo artista, contou com a participação do ‘Somos Iguais’. O coral, apadrinhado pelo pianista e maestro João Carlos Martins, foi criado por Daniela Guimarães e pelo produtor artístico Ney Marques com o objetivo de unir crianças e adolescentes de diversos países que estão no Brasil em busca de refúgio.

“Nessa canção, eu quis dar voz a uma situação que está presente em nossa sociedade há muito tempo. E poder ter contato com os vocais do coral Somos Iguais, foi muito mais especial e fez toda a diferença no resultado da minha música”, relembra Lyus.

No início de 2019, Lyus lançou a música e clipe de “Move On” (www.youtube.com/watch?time_continue=6&v=hLci0dwQdjs). A faixa chegou com uma pegada mais pop e o destaque do vídeo ficou por conta da atriz e cantora Mharessa, que protagonizou um romance com o DJ e produtor. Diversos atores e youtubers também participaram da gravação: Davi Kneip, Dela Fiori, Caio Frison, Gabriel Moura, Matheus Sicillia, Bela Benite, Júlia Franco, Maite Faitarone, Juliana Marques, Beatriz Herero, Gabriel Jacome, Lorella Verta, Matheus Menezes e Hemili Thamires.

 

Recentemente o artista divulgou em todas as plataformas de streaming e no Youtube o single “Summertime Lover” (www.youtube.com/watch?v=QyJQiaq9K0A). A produção contou com o vocal do cantor norte-americano Michael Shynes, artista que já tem em seu histórico um disco de platina.

Lyus possui traços culturais ímpares. Quando criança morou na China e lá teve a oportunidade de conhecer diversos lugares do mundo. Essa experiência, embora não soubesse na época, foi essencial para transformá-lo no artista que é hoje. Um jovem que foca no aprimoramento cultural e musical e que, com seu carisma e talento, conquista cada vez mais espaço nas pistas e nas playlists dos amantes da música eletrônica.

Leia mais
Música

Bazzi lança Mixtape “Soul Searching’, nesta sexta-feira

04-Bazzi-bb11-2018-chartbreaker-hoipokfyu-1548-1

O novo projeto, com 11 faixas, inclui os hits “I.F.L.Y.” e “Paradise”

Bazzi, fenômeno do pop e R&B e uma das promessas da música nos últimos anos, lança, nesta sexta-feira, dia 9 de agosto, a mixtape “Soul Seraching”. O projeto chega com 11 faixas, entre elas os sucessos “Paradise”, trilha do filme “O Sol também é uma estrela”, e “I.F.L.Y”, mais recente single do artista.

O trabalho de Bazzi em “Cosmic”, álbum de estreia, foi extremamente elogiado pela crítica. A mistura de hip hop e melodias R&B contagiantes que se amarram tão bem às letras em que o cantor desabafa sobre relacionamentos, drogas e bebidas agradou aos críticos. “Cosmic” atualmente figura na Billboard 200 e no TOP 200 álbuns da Rolling Stone.

Bazzi ganhou o mundo com o sucesso de “Mine”, que já ultrapassou a marca de 990 milhões de streams globais, estreou no topo das paradas norte-americanas e britânicas e, atualmente, conta com mais de 143 milhões de views no YouTube e três selos de platina. Atualmente, o cantor ocupa a 70ª posição na lista dos 100 melhores artistas da Billboard e a 32ª posição do chart de música pop da publicação com “Paradise”. No Spotify, Bazzi segue no TOP200 Global e Estados Unidos com “I.F.L.Y” “Paradise”.

Leia mais
Música

Lizzo está no TOP5 da Billboard e da Rolling Stone

Lizzo_-_Palace_Theatre_-_St._Paul_(42090458422)

Cantora também recebeu primeiro selo de platina para o hit “Truth Hurts”

Lizzo não para de quebrar recordes. Nesta semana a cantora conseguiu subir uma posição com o hit “Truth Hurts” no TOP5 da Billboard 200, no qual ocupa a 4º posição na lista Hot 100, e na Rolling Stone, conquistando o 2ª lugar do Top 100. A cantora também recebeu três certificações nos Estados Unidos, selo de ouro por “Juice” “Good as Hell” e o primeiro selo de platina da carreira para “Truth Hurts”.

E mais do que dominar os principais charts de música, Lizzo também voltou a ser assunto nas redes sociais, como destacou a Rolling Stone, com o vídeo do cover de “Someone Like You”, da cantora Adele. O vídeo que mostra a cantora tocando piano e interpretando um dos maiores sucessos da cantora britânica, foi postado há 8 anos,

quando Lizzo estava começando a mostrar seu talento na web. Para assistir ao vídeo, clique aqui!

A cantora e musicista, também participa pela primeira vez do Teen Choice Awards, onde concorre na categoria “Artista Revelação”. A premiação acontece no próximo domingo, dia 11, em Los Angeles.  Lizzo também está indicada ao MTV VMA 2019 nas categorias “Artista Revelação” e “Artista em Ascenção”. A premiação acontece no dia 26 de agosto, com exibição mundial pela MTV.

Lizzo lançou recentemente o clipe oficial do single “Tempo” com participação de Missy Elliott. A música faz parte do atual álbum da cantora, “Cuz I Love You”, sexto mais popular nos Estados Unidos, segundo a Billboard, e já ultrapassou a marca de 3,5 milhões de views no YouTube.

Para assistir ao clipe de “Tempo” clique aqui!

“Cuz I Love You” segue em 7º lugar na lista Billboard 200, está em 12º no iTunes dos Estados Unidos e em 17º lugar segundo o chart da revista Rolling Stone americana.  Recentemente, a cantora emplacou mais um hit nas paradas mundiais. Além de “Truth Hurts” e “Juice”“Good As Hell” entrou pela primeira vez no chart da Billboard, na lista que mostra as músicas com maior venda nas plataformas digitais, ocupando o 38º lugar. “Good as hell”  também figura no  TOP 200 Global e também no TOP 200 Estados Unidos e Reino Unido, ambos do Spotify, e no TOP 100 do iTunes americano.

Leia mais
Música

Ava Max faz performance ao vivo de “So Am I” no programa Jimmy Kimmel

15490734805c54fc480d2a5_1549073480_5x2_lg (1)

Cantora também concorre ao Teen Choice Awards neste domingo, 11 de agosto, em duas categorias

Fenômeno do pop mundial, dona de um discurso poderoso e com letras que falam de aceitação e personalidade, a cantora Ava Max apresentou ao vivo no palco do Jimmy Kimmel na noite da última segunda-feira, 05, um de seus hits de maior sucesso “So Am I”. Para assistir à apresentação completa, clique aqui!

Depois de conquistar as rádios e as plataformas digitais do mundo com o hit pop “Sweet But Psycho”, Ava Max segue a trilha de sucesso dominando os charts mundo a fora.“Sweet But Psycho” se mantém em 33º lugar na lista Hot 100 da Billboard e em mais quatro charts da publicação americana. No YouTube, o single está próximo de alcançar a marca de 400 milhões de views.

“So Am I” segue no TOP 200 do Spotify Global e do Reino Unido desde seu lançamento, no início do ano, e já atingiu a marca de 72 milhões de views no YouTube. Recentemente, Ava lançou dois novos singles, as baladas “Freaking Me Out” e “Blood, Sweat and Tears”.

Com mais de 600 milhões de views em seus clipes, selo triplo de platina na Noruega e na Suécia, platina dupla na Austrália, Holanda, Irlanda e Suíça, e selo de platina no Reino Unido, a cantora Ava Max também é uma das indicadas ao Teen Choice Awards. A premiação acontece neste domingo, 11 de agosto, em Los Angeles, e Ava concorre nas categorias “Artista Revelação” e “Hit do Verão” com “Sweet But Psycho”.

Filha de imigrantes albaneses, Ava enfrentou muito preconceito, mas jamais desistiu do sonho de cantar. Grande aposta do pop mundial, Ava Max não para de subir nos rankings ao redor do mundo e se posiciona como um dos maiores fenômenos da atualidade. Com mais de 2 milhões de seguidores nas redes sociais, Ava figura nas paradas de sucesso desde o lançamento de “Sweet But Psycho”, em 2018.

 

Leia mais
Música

Pe Lu e Brian, do duo eletrônico Selva, lançam ‘Lost’ em parceria com Doozie

89eb3e6aeed6e83fad6666f27796286b

Track que promete agitar as pistas já está disponível em todas as plataformas digitais

 Após a estreia do Selva na Universal Music com a música ‘Amanhecer’, o duo de DJs formado por Pe Lu e Brian estão lançando hoje (2) a track ‘Lost’ em parceria com o Doozie em todas as plataformas digitais.

Unindo elementos eletrônicos e sintetizadores, ‘Lost’ traz uma nova vertente dos artistas com uma pegada mais pista, evidenciando a personalidade e também provando a versatilidade presente no som do Selva. “Nosso projeto costuma ter mais lançamentos de música Pop e há algum tempo começamos a sentir a necessidade de produzir mais músicas de pista e mostrar essa outra faceta que o público ainda não conhece muito bem. A partir daí, nasceu a vontade de criar mais músicas neste perfil, aí juntamos as ideias, o meu vocal e a expertise do DJ Doozie, amigo de longa data e um dos nossos artistas preferidos na cena, e nasceu ‘Lost’, comenta Pe Lu. “O vocal que colocamos é como se fosse um looping, algo pensado exatamente pra galera dançar e curtir.”, ressalta Brian. “Pra quem conheceu o som do Selva com ‘Amanhecer’, acho que terá uma surpresa com ‘Lost’. Esperamos que gostem!”, finalizam.

Vale ressaltar que, na estrada há 4 anos, Pe Lu e Brian vem conquistando o Brasil com identidade própria e um som singular, resultado da soma e da multiplicação dos talentos deles como DJs, produtores, músicos e cantores. E, em breve, os fãs podem esperar mais novidades e lançamentos do Selva. “Temos muita música pra sair, muitas parcerias legais! Os fãs podem esperar a gente cantando muito mais, featurings inesperados e muita, muita música”, finalizam.

Ouça ‘Lost’ no Spotify: https://umusicbrazil.lnk.to/Lost

Saiba mais sobre o Selva:

Envolver diversas influências sonoras, transmitindo energia e conectando o público a momentos que ficam na memória. É deste princípio que parte o duo Selva. Formado por Pe Lu e Brian Cohen, a notoriedade do duo de produtores e DJs deve-se principalmente a sua bagagem musical. Mais do que DJs, já eram músicos e compositores habilidosos muito antes de se apaixonarem pelo cenário da música eletrônica há cerca de quatro anos. De lá para cá, tal como em um ecossistema selvagem cheio de estímulos, sons e cores, interligaram suas ideias e habilidades no estúdio para entregarem ao público um projeto que faça a diferença.

A performance do Selva é algo maior e muito além de um DJ set. O duo propõe-se em explorar todo o ambiente com guitarra, bateria, equipamentos de discotecagem e outros elementos. Ver a apresentação do Selva, é presenciar um show completo, com grandes momentos e explosões musicais, presença de palco marcante e energia ressonante que caem direto no gosto do público.

No estúdio, a house music com influências pop é o que governa o estilo musical do duo, que prefere sons vocalizados, melódicos e com drops sempre dinâmicos e vivazes. Não à toa sua relevância aumenta em passos rápidos, atingindo a marca de mais de meio milhão de ouvintes mensais no Spotify, shows de Norte a Sul e parcerias relevantes.

Acompanhe o Selva nas redes sociais:

Instagram: http://www.instagram.com/selva

Facebook: https://www.facebook.com/musicselva

Leia mais
Música

AYA NAKAMURA LANÇA VERSÃO DO HIT “POOKIE” EM PARCERIA COM LIL PUMP

Aya-Nakamura-feat.-Lil-Pump-Pookie-Remix
Artista é um dos maiores nomes da música francesa da atualidade e ocupa o 13º lugar no TOP 200 do 
Spotify no país
A artista francesa mais escutada nas plataformas de streams da atualidade, Aya Nakamura lança, nesta sexta-feira, dia 02 de agosto, uma versão do hit “Pookie”, agora com participação do rapper Lil Pump. A faixa original, atual single de trabalho de Aya, ocupa a 13ª posição no TOP 200 do Spotify francês, o 12º lugar no TOP 100 do iTunes do país e já ultrapassou 80 milhões de views no YouTube. A faixa chega acompanhada de lyric vídeo inédito.
Clique e confira agora o lyric vídeo de “Pookie” ft. Lil Pump:
O francês de Nakamura ganha destaque especial ao se misturar com a batida afro-pop de “Pookie” que, nesta nova estreia, traz os versos do rapper americano Lil Pump. A faixa original faz parte do álbum de estreia da cantora, “Nakamura”, que já ultrapassou a marca de 650 milhões de streams globais desde o lançamento.

Foi com “Nakamura” que Aya Nakamura quebrou uma série de recordes na França e impulsionou a carreia para o cenário pop mundial. Aya foi a primeira artista a emplacar sete hits do mesmo projeto no TOP 10 francês logo na estreia, recebendo platina dupla na França e selo de ouro na Bélgica, Holanda e Suíça com o álbum.

A carreira meteórica de Aya Nakamura começou com o lançamento do single “Djadja”, que já ultrapassou a marca de 400 milhões de views no YouTube. Aya foi a primeira cantora francesa a figurar nos charts da Holanda desde Edith Piaf, em 1961, e logo depois, dominou toda a Europa com o característico pop empoderado e cheio de atitude.

Foi indicada pelo The New York Times como “uma das mais importantes artistas europeias da atualidade, musicalmente e socialmente”. Ocupando o posto de artista francesa mais escutada nas plataformas de streams ao redor do mundo e com mais de 1 bilhão de views em seus clipes no YouTube, Aya foi indicada para a tradicional lista “30 under 30”, da revista Forbes e recebeu a primeira indicação ao BET Awards como “Melhor Artista Internacional”.
Clique na sua plataforma digital favorita e ouça agora “Pookie” ft. Lil Pump:

Leia mais
1 2 3 4 5 15
Page 3 of 15