Teatro

CulturaTeatro

Paulo Betti, Danni Suzuki e Sergio Marone emocionam público, em Paixão de Cristo, de Floriano, no Piauí

Dadá Coelho e Paulo Betti em cena

O espetáculo ‘Paixão de Cristo’, da cidade de Floriano, no Piauí, que está na sua 24ª edição, mais uma vez emocionou o público que esteve presente na primeira noite de apresentação, realizada nessa sexta-feira Santa, 19, no Teatro Cidade Cenográfica, o segundo maior a céu aberto do Brasil.

Com direção de Alisson Rocha e organização do Grupo Escândalo Legalizado de Teatro – ESCALET, o espetáculo contou com artistas renomados. Paulo Betti é o governador romano, Pôncio Pilatos, casado com a personagem Cláudia Prócula, interpretada pela atriz Dadá Coelho, casada com o ator, na vida real. Já Sergio Marone vive Herodes, que induziu a filha, Salomé a pedir a cabeça de João Batista, e Salomé é vivida pela atriz Danni Suzuki, que tem um companheiro de elenco muito especial. O seu filho, Kauai, de sete anos, faz duas participações: ele é batizado por João Batista e em outra cena, atua ao lado de Jesus Cristo.

“Estou muito feliz de estar no Piauí fazendo parte desse grandioso e emocionante espetáculo, pela oportunidade de representar uma personagem importante da história”, diz Danni Suzuki.

No elenco de ‘Paixão de Cristo’, que mostra a trajetória marcante de Jesus, do batismo à ressurreição, também estão 350 atores formados nas oficinas, e outros naturais da cidade, como Edson Oliveira, que, mais uma vez, faz o papel do personagem principal, Jesus Cristo.

A montagem de ‘Paixão de Cristo’, de Floriano, no Piauí, volta a ser encenada, logo mais, às 20h, e a expectativa do diretor Alisson Rocha, é que mais uma vez, cerca de 10 mil pessoas estejam presentes. O teatro Cidade Cenográfica possui sete cenários em sua estrutura natural e está rodeado por uma muralha de cerca de sete metros de altura e 800 metros linear.

CRÉDITOS:

ATORES EM CENA -⁠ ROSUEL BEZERRA

FOTOS POSADAS NO CAMARIM -⁠ DIVULGAÇÃO

Leia mais
Teatro

FLORIANO, NO PIAUI, APRESENTA NOVA EDIÇÃO DO ESPETÁCULO PAIXÃO DE CRISTO

CÓPIA ATORES_JUNTOS – BRUNO SOARES

Paulo Betti e Danni Suzuki estão no elenco

ATORES_JUNTOS

Durante a Semana Santa, na sexta-feira, 19, e sábado, 20, às 20h, o Teatro Cidade Cenográfica de Floriano, no Piauí, o segundo maior a céu aberto do Brasil, recebe a 24ª edição do espetáculo “Paixão de Cristo”. Como acontece desde 2002, a montagem conta com famosos no seu elenco. O ator Paulo Betti vai interpretar o governador romano, Pôncio Pilatos, Sergio Marone viverá Herodes, que induziu a filha, Salomé a pedir a cabeça de João Batista. Salomé será vivida por Danni Suzuki.

O espetáculo, que tem a organização do Grupo Escândalo Legalizado de Teatro – ESCALET, também contará com 350 atores formados nas oficinas, e outros naturais da cidade, comoEdson Oliveira, que novamente será Jesus. A expectativa do diretor Alisson Rocha é que cerca de 20 mil pessoas estejam presentes nos dois dias de evento.

“Estou muito feliz e radiante com a oportunidade de representar tão importante personagem da história e que tem uma personalidade forte e sedutora. Acredito que todos os papéis têm a sua complexidade, independentemente da época, mas certamente os personagens bíblicos são especiais, porque envolvem emoções ligadas a fé, que está guardada no íntimo de quem acredita, então é sempre mais delicado”, diz Danni Suzuki. O seu último trabalho na TV, foi em “Malhação Sonhos’, onde fez a Roberta, em 2014, na Rede Globo. Atualmente, está dirigindo o documentário ‘S.Ó.S’, sobre crianças refugiadas, e escreveu e ilustrou um livro infantil.

“Paixão de Cristo” mostra a trajetória marcante de Jesus, do batismo à ressurreição, é considerada a mais emocionante história da humanidade e atrai pessoas de todas as idades. O Teatro Cidade Cenográfica possui sete cenários em sua estrutura natural e estará rodeado por uma muralha de cerca de sete metros de altura e 800 metros linear.

“A expectativa é grande. É uma história conhecida e que faz parte da cultura cristã. O personagem é uma figura forte, marcante e emblemática. Vou representar a contradição de Pilatos crer que Cristo está certo, saber que traz uma mensagem digna, mas ele não intervém, é omisso e não tem a coragem de defendê-lo, deixando que a multidão, movida pelos piores sentimentos, decida por condenar. É isso que tenho que passar.  Os diretores já têm muita experiência, sabem como conduzir e acredito que vai levar muita emoção para o público”, diz Paulo Betti.

“Vai ser muito bom estar em contato com o público e contar essa história tão emocionante e conhecida da humanidade. A expectativa é grande para fazer o Herodes, um vilão. Já atuei em outra montagem de Paixão de Cristo, onde fui Jesus Cristo e agora vai ser interessante porque é um outro ponto de vista, um personagem forte, inescrupuloso, brutal, impiedoso e rei da Judeia, na época em que Jesus nasceu. Não foi eleito o rei naturalmente e hereditariamente. Conquistou tudo através da aliança que tinha com Roma e usou de muita violência pra isso. Adoro fazer esse tipo de personagem. Estou me preparando, vendo filmes, lendo e pesquisando”, conta Sergio Marone, que está produzindo o longa, ‘Jesus Kid’, com roteiro de Ali Muritiba, e baseado no romance de Louenço Mutarelli.

SERVIÇO:

Espetáculo “Paixão de Cristo 2019”

Dias – 19 (sexta-feira) e 20 (sábado) de abril

Horário – 20h

Local – Teatro da Cidade Cenográfica

Endereço: PI-140, 5 – Cancela, Floriano – Piauí.

Direção – Alisson Rocha

Organização – Grupo Escalet

Entrada Franca

Mais informações: (89) 9984-5455 / www.paixaodecristopi.com.br

Capacidade do teatro – 12 mil pessoas

Tempo de duração – 02h

Classificação etária: livre

Leia mais
Teatro

Espetáculo infantil com referências ao cinema mudo está de volta ao Teatro Maria Clara Machado

MÚSICA PARA CRIANÇAS ZIGG E ZOGG
O espetáculo infantil “Zigg & Zogg, a Mosca e os Jornais” volta ao palco do Teatro Maria Clara Machado no dia 13 de abril com suas referências ao cinema mudo e à linguagem de desenhos.
A peça conta a história de dois personagens em um mundo preto e branco que buscam a felicidade através da música, dança, ilusionismo e artes plásticas. A dupla confusa e perdida entre pilhas de jornais velhos, em um ambiente onde não há presença de cores, descobre através da criatividade e da imaginação, como transformar aquele papel em bonecos, flores, pássaros, e brinquedos, entre outros.
Para isso, a companhia 2 de Teatro usa referências de humor de antigas comédias como “O Gordo e O Magro” e “Charlie Chaplin” pontuada por uma trilha sonora de clássicos de Franz Schubert, Johann Bach e Piotr Ilitch Tchaikovsky. O espetáculo com direção de Gustavo Rizzotti fica em cartaz até o dia 5 de maio.
Serviço: 
Zigg & Zogg, a Mosca e os Jornais 
Teatro Maria Clara Machado
Endereço: Avenida Padre Leonel Franca, 240, Gávea
De 13 a 5 de maio – Sábados e domingos, às 16h
Ingressos: R$ 40
Telefone: 2274 -7722
Classificação: livre
Leia mais
CulturaTeatro

CINEFANTASY ABRE INSCRIÇÕES PARA A SUA 9ª EDIÇÃO E  CRIA O TROFÉU “JOSÉ MOJICA MARINS”

9º_Cinefantasy_CARTAZ.bx

festival acontece de 03 a 08 de setembro no MIS, em São Paulo

  Inscrições abertas até 14/05 

CINEFANTASY – Festival Internacional de Cinema Fantástico presta homenagem ao maior ícone do cinema de horror do Brasil, José Mojica Marins, o Zé do Caixão, criando o TROFÉU JOSÉ MOJICA MARINS, que será entregue a partir desta edição aos vencedores das categorias do festival.

“Mojica é um ícone do cinema, aclamado mundialmente. O Cinefantasy reconhece que foi ele e sua obra que trouxeram à luz para o grande público o gênero fantástico. O Brasil deve valorizar artistas e criadores em vida. A homenagem é um brinde que faremos com ele”, celebra o curador do festival Eduardo Santana.

As inscrições para a  9ª edição do Cinefantasy estão abertas. Os interessados poderão enviar o material até 14 de maio, desde que a temática seja fantástica (horror, ficção científica ou fantasia), onde histórias tenham elementos sobrenaturais, que não são reais ou gerem dúvidas quanto a sua natureza, podendo ser da categoria ficção, animação ou documentário.

O festival se divide nas seguintes sessões competitivas:

–  MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS-METRAGENS – são filmes produzidos nos últimos 36 meses, inéditos em Festivais realizados no município de São Paulo, captados em qualquer formato.

–  MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS – são filmes produzidos nos últimos 36 meses, com duração de até 15 minutos, inéditos em Festivais realizados no município de São Paulo, captados em qualquer formato, nas seguintes categorias:

•        Animação

•        Fantasia

•        Ficção Científica

•        Horror

•        Espanha Fantástica

•        Amador

•        Estudante

Mostra Mulheres Fantásticas, criada em 2018, que premiou curtas-metragens dirigidos por mulheres, continua na programação. A curadoria este ano é assinada por Mônica Trigo.

“É fundamental fortalecer a presença de mulheres na direção de obras cinematográficas. Um festival de cinema é a vitrine de várias produções, ampliando o empoderamento e o alcance do olhar e das narrativas  femininas”, observa a curadora.

A novidade desta edição é a Mostra Fantástica Diversidade, para filmes fantásticos LGBTQ+, tendo como curador o diretor taiwanês Hsu Chien.

O Cinefantasy premiará a produção de curta-metragem brasileira com o Prêmio Especial Brasil Fantástico, oferecendo serviços de pós-produção para a próxima obra.

O regulamento completo está disponível no site – http://www.cinefantasy.com.br

Serviço:

Cinefantasy – Festival Internacional de Cinema Fantástico

De 03 a 08 de setembro no MIS, em São Paulo.

INSCRÇÕES ABERTAS – até 14/05

Leia mais
CulturaEntretenimentoTeatro

A magia de Ivo Bender está de volta aos palcos

oficial azul

Ferbeck Produções apresenta espetáculo “As aventuras do Super Espantalho contra o Dr. Corvo

oficial azul.jpg

Reconhecida como uma produtora que se preocupa com a imaginação e educação das crianças, além do extraordinário trabalho de figurino e cenografia, a Ferbeck Produções volta em março e abril para quatro apresentações de “As aventuras do Super Espantalho contra o Dr. Corvo”.

Depois dos clássicos de Maria Clara Machado (Pluft, o fantasminha e A bruxinha que era boa) que fizeram tanto sucesso em São Paulo, agora é a vez do autor Ivo Bender, que tem como objetivo (além de divertir) levar o espectador a uma reflexão leve e agradável sobre certas dificuldades de relacionamento e aceitação do que surge como diferente e inusitado e como podemos superar tudo com o amor e amizade.

A peça conta a história de Julinha que mora com sua tia Clara, uma costureira que usa uma velha máquina de costura que só aceita ser lubrificada com óleo de girassol. Ao lado da casa, elas cultivam uma plantação de girassóis guardada por um espantalho. Ao chegar o tempo da colheita com as sementes já fortes, tia Clara decide se desfazer do espantalho. Julinha, compadecida da sorte do espantalho, se propõe a cuidar dele até que fosse necessário novamente. Como a tia se recusasse a manter o espantalho, certa noite, Julinha resolve resgatá-lo mas ao se aproximar percebe o som de um coração que bate no espantalho.
A partir daí, Julinha, seu novo amigo, tia Clara, a Estrela da Manhã e o Doutor Corvo vão viver experiências surpreendentes.

O espetáculo fica em cartaz nos dias 30 e 31 de março, 06 e 07 de abril, às 15h, no Teatro Dr. Botica. A diversão é para todas as idades e como sempre, a Ferbeck vai encantar com o incrível trabalho das mágicas mãos de Angela Schoendorfer, além do talentosos atores.

 

Sobre a Ferbeck Produções

A FerBeck Produções foi criada em setembro de 2017 pelo ator e diretor Theo Hoffmann com o intuito de revisitar textos clássicos do teatro brasileiro. Em 21 de outubro do mesmo ano já estreava a peça infantil Pluft, o fantasminha, de Maria Clara Machado, uma das peças infantis com mais premiações no Brasil. Em continuidade com a mesma autora, a produtora lançou no início de 2018 A bruxinha que era boa, que obteve ótima receptividade do público assim como o Pluft. As duas montagens infantis estão em cartaz desde então, já tendo sido apresentadas em diferentes teatros para um público bastante expressivo. Além disso, a produtora também está em cartaz com Doce Traição, uma comédia romântica.

 

Ficha técnica

Autor: Ivo Bender

Diretor: Theo Hoffmann

Assistente de direção: Ingrid Veríssimo

Elenco principal: Gabriela Camargo, Ivan Igor Iatcekiw, Michelle Alexandre, Rita Mirone e Victor Garbossa

Atores stand in: Gabriela Colin e Igor Ludac

Cenografia e figurino: Angela Schoendorfer

Iluminação e operação de luz: Roberto Bueno

Operador de som: Rodolfo Alex

Assistente de produção: Rita Mirone

Artes gráficas: Ricardo Espigado

Direção de produção: Theo Hoffmann

Produção executiva: Paulo Ferrari advogados

Assessoria de imprensa: Aí Comunic por Ariane Hipólito

Realização: Ferbeck Produções

 

Serviço:

As Aventuras do Super Espantalho contra o Dr. Corvo

Local: Teatro Dr. Botica –  Rua Dr, R. Melo Freire – Tatuapé, São Paulo

Dias: 30 e 31/03; 06 e 07 /04

Horário: 15h

Ingressos: 40 inteira e 20 meia

Duração:  60 minutos

Classificação: livre

Gênero: infantil

Leia mais
Teatro

Meu Filho Vai Casar: espetáculo em cartaz no MASP é diversão garantida para o final de semana

Meu Filho Vai Casar – Foto Priscila Prade

Meu Filho Vai Casar estreou em agosto no MASP Auditório e é sucesso aos finais de semana em São Paulo.

Com texto de Ed Júlio e direção de Alexandre Reinecke, o espetáculo segue em cartaz até 7 de outubro, com sessões às sextas-feiras e aos sábados, às 21h, e aos domingos, às 20h.

O elenco é composto por Suzy Rêgo, Anderson Müller, Clara Carvalho, Blota Filho, Martha Meola, Daniel Tavares e Rita Batata.

A montagem é uma caricatura sobre a importância dada pela elite decadente aos sobrenomes de famílias tradicionais e a hipocrisia presente nesse meio social. Na história, que se passa na década de 1980, os falidos Herculano e Adalgiza Barroso Pimenta Leão vivem um casamento de aparências e não se suportam mais.

Quando o filho Norberto (Daniel Tavares) anuncia o casamento com Serena Urime Constantino Aribello Colonna Mannucci (Rita Batata), Herculano (Anderson Müller) e Adalgiza (Suzy Rêgo) enxergam a chance de sair do lamaceiro, pois deduzem que a menina tem uma situação abastada, já que possui cinco sobrenomes. O casal apaixonado pede aos pais do noivo para organizar um jantar para Loretta (Clara Carvalho) e Eliseu (Blota Filho), os pais da noiva, para oficializar o noivado.

Correndo contra o tempo, Adalgiza precisa encontrar uma pobre coitada disposta a assumir a identidade de uma refinada empregada europeia, capaz de preparar uma recepção refinada aos ilustres convidados (interpretada por Martha Meola). Nesse hilário encontro, em que manter as aparências é a única coisa que importa, segredos de família são revelados.

A encenação tem uma estética que faz referência ao surrealismo de Salvador Dalí e a pop art de Andy Warhol. Além disso, alguns elementos utilizados nos filmes de Tim Burton estabelecem os limites da fantasia.

Segundo o diretor Alexandre Reinecke, “o espetáculo faz uso do politicamente incorreto e da linguagem da farsa, da pantomima e dos palhaços, em cima do melodrama, para ressaltar a hipocrisia da sociedade, quase como um circo-teatro”.

Meu Filho Vai Casar Fotos Priscila Prade
Meu Filho Vai Casar Fotos Priscila Prade

FICHA TÉCNICA

Texto: Ed Júlio
Direção: Alexandre Reinecke
Elenco: Suzy Rêgo, Anderson Müller, Clara Carvalho, Blota Filho, Martha Meola, Daniel Tavares e Rita Batata
Assistente de Direção: Edgar Benitez
Cenografia: José de Anchieta
Figurino: Elena Toscano
Visagismo: Anderson Bueno
Música Original: Ricardo Severo
Desenho de Luz: Fran Barros
Fotografia: Priscila Prade
Arte e design: Eve Jô
Assessoria de imprensa: Pombo Correio
Coordenação de produção: Selene Marinho
Realização: Baobá Produções Artísticas

SERVIÇO

Meu Filho Vai Casar, de Ed Júlio
MASP Auditório – Avenida Paulista, 1578, Bela Vista
Temporada: de 3 de agosto a 7 de outubro
Às sextas e aos sábados, às 21h, e aos domingos, às 20h
Ingressos: sextas e domingos, R$50 (inteira) e R$25 (meia-entrada); aos sábados, R$60 (inteira) e R$30 (meia-entrada)
Vendas: (11) 4003-1212 ou pelo site www.ingressorapido.com.br
Duração: 90 minutos
Classificação: 12 anos
Gênero: Comédia
Informações: (11) 3251-5644

Siga a Colunista: @cinthiasouto

Leia mais