Curtas

Curta-metragem protagonizado por Gabi Lopes ganha mais um prêmio

Gabi Lopes está entre as grandes vencedoras do Festival Internacional de Cinema Take Único. Ela ganhou o prêmio de melhor atriz por sua interpretação no curta-metragem “View”. A produção também venceu nas categorias ‘melhor roteiro’ e ´melhor direção de fotografia’.

“Estou muito feliz com mais essa conquista! Este é o meu segundo prêmio como melhor atriz nesse filme. No ano passado também fui surpreendida com a vitória no ‘FirstGlance Film Festivals’, em Los Angeles”, comemora Gabi.

O Festival Internacional de Cinema Take Único chega à segunda edição com o apoio da Agência Nacional de Cinema (ANCINE) que aprovou o evento como festival do calendário brasileiro.

Escrito é dirigido por Gabrie Gallindo e produzido pela Movie, Casa Redonda e pelo canal TNT, “View” conta a história de uma Youtuber (Kaka), considerada uma das mais famosas do Brasil, que é sequestrada e acorda em um cativeiro. Ela então é forçada a fazer vídeos para o seu canal e usar os recursos de influenciadora digital para sair dali, induzindo seus seguidores a doarem dinheiro para uma espécie de ‘campanha de resgate’.

Confira o trailer: https://www.youtube.com/watch?time_continue=3&v=AuZ8TyakKOQ

Atualmente Gabi Lopes está no elenco do programa O APRENDIZ transmitido pela Band. A artista também pode ser vista em uma participação especial na segunda temporada da série SAMANTHA! do Netflix.

Gabi Lopes

Gabi Lopes iniciou a carreira de atriz em 2002, aos oito anos, em filmes publicitários e em um especial de Dia das Crianças do programa Hebe Camargo.  Desde então atuou em diversas séries como “Entre Teens” (MTV), “Julie e Os Fantasmas” (Band/Nickelodeon), “Queridos Amigos” (Globo), “Segredos Médicos” (Multishow), “Na Mira do Crime” (FOX/FX/Record), “Casos de Ocorrência (Multishow), “Saideira” (Globo) e integrou o elenco da 22ª temporada de Malhação – “Sonhos” – também transmitida pela Rede Globo.

Estreou nos cinemas aos 12 anos, dando vida à Maria, protagonista cega do curta metragem “Por um Sopro de Vida”. Em seguida vieram as produções “Os Castelos Não São Eternos”, “Eu E Meu Guarda Chuva”, “Casa Dos Sonhos Esquecidos” e “Na Mira do Crime”, série que ganhou uma versão cinematográfica que foi exibida na FOX, FX e Rede Record.

Em 2010 foi chamada para integrar algumas webs séries e projetos da Forma Turismo, como #amelhorviagemdasuavida. Tornou-se apresentadora de quatro programas no canal PlayTV, incluindo o sucesso “Combo Fala + Joga”. Mais tarde entrou para o time da Nickelodeon como repórter do Patrulha Nick e Nickers. Seguiu atuando em mais séries televisivas, além de clipes musicais. Sua primeira aparição foi em “Cedo ou Tarde” da banda NX Zero. Ao todo já atuou em mais de 35 clipes de artistas como Anitta, Lucas Lucco, Luan Santana, MC Guime, Nego do Borel, Fernando e Sorocaba, Bruninho e Davi, Munhoz e Mariano, Vintage Culture, entre outros.

Durante dois anos e meio participou de um projeto nacional onde viajou para todos os estados brasileiros palestrando sobre sonhos e construção de carreira para atores. Após Malhação a atriz voltou para o teatro protagonizando e produzindo o espetáculo “Ladrões de Estrelas”.

Em 2016 rodou dois filmes: “Vende-se Ilusões” e “Solteira Quase Surtando”. Já em 2017 estreou “O Último Virgem” e “Internet O Filme”, uma grande produção da Paris Filmes que uniu mais de 25 celebridades da internet e TV. No mesmo ano Gabi foi a protagonista do filme “VIEW”. Com sua atuação a atriz ganhou o primeiro prêmio internacional da carreira: o First Glance Film Festival Los Angeles de Melhor Atriz e Melhor Filme.

Esse filme rendeu o primeiro prêmio internacional da carreira da atriz: First Glance Film Festival Los Angeles de Melhor Atriz e Melhor Filme. Ainda em 2017 filmou “Amor sem Fronteiras” como Paula, a filha de Joana (Luana Piovani) e Pedro (Paulo Tiefentaler) uma coprodução Brasil Argentina que estreia em 2018. E ficou morena para viver a personagem religiosa Isis no filme Casa de Cléo, um drama onde é discutido a perda de uma mãe.

Tags : Curta-metragemGabi Lopespremio
Bruna Munhoz

The author Bruna Munhoz

Leave a Response