Entretenimento

SP registra 15 mil roubos de celular em 2018: o que fazer caso seja vítima e como se prevenir

Registro de roubos na Capital acende alerta: como se manter seguro e evitar roubo de celular em áreas apontadas como mais arriscadas
Ter um celular e não poder usá-lo fora de casa parece ser um absurdo. Mas, essa é a realidade para muitas pessoas que circulam pelas ruas da capital de São Paulo. A população tem medo de ser roubada e fazer parte das estatísticas – e, os dados realmente são preocupantes. De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP) obtidas por meio da Lei de Acesso à Informação e veiculadas na imprensa, foram registrados 15 mil roubos de celulares em 2018 na Capital.
A maioria dos casos se concentra na região central da cidade, em que há grande circulação de pessoas e movimentação de comércio. Pelo levantamento de 2018 do órgão, o bairro que mais registrou roubos no período foi a República (3.288 ocorrências), seguido de Sé (1.730 ocorrências) e Consolação (1.148 ocorrências).
O volume de pedestres se torna um atrativo para a ação de quem rouba ou furta os celulares que, dependendo do modelo, podem ser itens caros e que são facilmente vendidos pelos criminosos.
“É muito importante que a pessoa que anda a pé por esses lugares fique alerta para cuidados básicos com o aparelho que, por vezes, pode ter sido um investimento alto”, analisa o CEO da Kakau Seguros, que faz seguros para smartphones, Henrique Volpi. “Os celulares são objetos que interessam os criminosos por serem fáceis de pegar e de repassar. Toda atenção é pouca nesses casos”.
Situação no Brasil
As ocorrências de roubo e furto infelizmente se repetem nas grandes capitais brasileiras – empresas de segurança estimam que mais de 60 aparelhos sejam roubados por hora em capitais como São Paulo e Rio de Janeiro.
O cenário nacional também não é animador. Levantamento da Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, de 2017, mostra que mais de 9 milhões de celulares foram bloqueados naquele ano por conta da ação de criminosos e em casos que o usuário perdeu o aparelho. Nestes casos, a situação foi comunicada por boletim de ocorrência feito na Polícia dos estados e do Distrito Federal.
Aqui, algumas dicas de como se portar para evitar ser vítima desse tipo de ocorrência e o que fazer caso o celular seja roubado.
Como se prevenir contra roubo de celulares
– Regiões que têm grande volume de pessoas, como saídas de metrô, podem ser alvos para a ação dos bandidos. Redobre a atenção quando estiver passando por esses locais;
– Guarde o aparelho no bolso ou na bolsa de forma que ele não fique exposto. Mantenha a atenção quando estiver andando pela rua;
– Se for necessário atender uma ligação ou mandar uma mensagem, procure ficar dentro de um estabelecimento comercial, de forma segura. Evite fazer isso no meio da rua ou na calçada;
– Faça uma cotação de seguro do smartphone, caso você sinta necessidade. Assim, você evita ter prejuízos.
O que fazer se tiver o celular roubado
– No caso de roubo ou furto, é necessário que você tenha informações do aparelho. Entre elas, o IMEI, um número que identifica o aparelho. Ele pode ser acessado se você digitar no seu aparelho a sequência *#06# como se fosse fazer uma chamada. A sequência de 15 números corresponde ao IMEI. Se você achar necessário, guarde-o por precaução;
– Faça um boletim de ocorrência a respeito do roubo ou do furto do seu celular. Com o documento em mãos, caso o aparelho seja usado para atividades ilícitas, você conseguirá provar que não estava com ele durante as ações;
– Bloqueie o aparelho. É preciso impedir que o criminoso ou a pessoa para quem ele vendeu consiga usar o smartphone. Ligue para sua operadora e bloqueie a linha e o IMEI;
– Ative a seguradora do smartphone. Essa etapa vale para quem tem seguro para o aparelho, uma forma de evitar prejuízos caso aconteça uma situação assim
– Apague os dados pessoais do celular remotamente. Com o “FindMyDevice” ou o “Localizar Meu Dispositivo”, do Google, é possível rastrear o equipamento e eliminar as informações que constam nele. No caso de iPhone, é necessário deixar o “Buscar iPhone” ativado.
Sobre a Kakau Seguros
A Kakau é uma plataforma digital de seguros, por assinatura, e que utiliza Inteligência Artificial para melhorar a experiência do usuário e democratizar o setor de seguros. Primeira InsurTech brasileira 100% digital, a plataforma oferece acesso fácil e rápido para que o usuário ou assinante consiga contratar seguros, reportar um sinistro ou solicitar uma assistência 24hs.
Com o sistema de assinatura, o assinante Kakau pode pausar a sua apólice a qualquer momento. A plataforma de seguros inova também ao fazer o uso de tecnologias, como “Machine Learning”, “NLP” e Ciência de dados. A Kakau Seguros oferece seguro Residencial por assinatura a partir de R$ 19,00 por mês e o Kakau Protege, seguro para Smartphones contra Roubo, Furto e Danos, que traz diferenciais como: proteção dos dados, inclui aparelhos novos e usados, para todos os sistemas operacionais como Android e iOS. Em breve, como anunciado anteriormente, a insurtech realizará o seguro para bicicletas. Saiba mais no site: www.kakau.co
Tags : 15 milCelularRoubosão paulo
Bruna Munhoz

The author Bruna Munhoz

Leave a Response