Esporte

EsporteFitness

A IMPORTÂNCIA DE UM BOM ALONGAMENTO ANTES DOS EXERCÍCIOS

Exercicios-2

Qualquer pessoa que esteja começando ou já tenha uma rotina de exercícios sabe (ou deveria saber) que antes de qualquer atividade física é necessário fazer um aquecimento inicial — andar até a academia ou parque já preenche essa necessidade — e fazer uma boa sequência de exercícios de alongamento.

O alongamento é um aviso para o corpo de que você está iniciando uma continuação de movimentos que saem da sua “normalidade”, ou seja, que vão além dos movimentos que você faz diariamente e que não causam grande impacto nos músculos, ossos e articulações.

Fazer alongamentos serve para a manutenção ou, no caso dos principiantes, do aumento da flexibilidade do corpo. Essa ampliação é necessária, pois os exercícios físicos requerem movimentos mais longos. Mesmo exercícios como a caminhada requerem movimentos ampliados das pernas (incluindo as coxas e o quadril), dos braços, dos ombros e das costas.

A falta de uma sequência de exercícios de alongamento pode comprometer seu treino (fazendo que você canse mais, por exemplo) e aumentar a incidência de lesões musculares. Mas para tudo existe um limite: o alongamento exagerado — forçando até níveis de dores muito exorbitantes — também é prejudicial.

“O alongamento precisa ser feito até um nível chamado ótimo ou ideal. É um processo profilático, ou seja, protege de forma preventiva alguns tipos de lesões causadas pelo excesso no movimento ou na carga de exercícios.

Entretanto, quando há um alongamento excessivo, forçando demais a musculatura, esse tipo de preparação para o treino também pode levar a lesões nos músculos e, consequentemente, articulações”, explica Giulliano Esperança, diretor técnico da sociedade brasileira de Personal Trainers.

Giulliano lembra também que as sequências de alongamento não devem ser feitas apenas no início do treino, mas ao final deles também. “O alongamento posterior ajuda o corpo a voltar ao seu ritmo natural, em que os músculos ficam mais estáveis. Faz parte do que chamamos de ‘desaquecimento’ pós-exercício”, explica o especialista. “Tudo isso ajuda a diminuir a ocorrência de um desconforto posterior ao exercício, como aquelas dores nas pernas que muitas pessoas têm no dia seguinte a um treino”, completa Giulliano, que lembra que muitas pessoas que não fazem o alongamento de modo correto também podem desenvolver dores crônicas nas costas. “Essas dores podem não ser do exercício em si, mas da falta do aquecimento e do desaquecimento feito de forma errada”, diz.

O próprio alongamento, aliás, pode ser considerado uma forma bastante prática de exercício. “No dia em que não é possível treinar — por causa do tempo, clima ou outro compromisso — as pessoas podem fazer uma boa sequência de alongamento, em casa mesmo. É uma forma de manter o organismo ativo, talvez sem tanta queima calórica como um exercício mais intenso, mas nem menos saudável”, diz Esperança.

Mesmo pessoas mais velhas, que não têm uma rotina de exercícios programada, podem aproveitar os benefícios do alongamento. “A Academia Americana de Medicina Esportiva sugere que pessoas idosas façam séries de alongamentos para manter a flexibilidade do corpo. Isso ajuda essas pessoas a manter uma boa saúde e realizarem mais facilmente suas tarefas diárias, apontam os estudos.”

Os tipos de alongamento podem variar para cada forma de exercício físico, mas existe uma série básica que pode servir para todos (e caso seu treino seja mais intenso, o ideal é complementar essa série com outros tipos de alongamento).

Leia mais
Esporte

Soverbol: novo esporte tem conquistado adeptos no Brasil e no mundo

9llzYzQDO6InYu02bj5SZmlGb0lGQvRnbl1Wak5WZ0FmOxUjNxcTM3ITMyozZlBnauIGZwQ2MihjZ2EGZ3cTY2kjMwUTN4MWOzUGNlBzNzcjZGJTJzcjZGJTJ2IjNxYkMlcjMwMTMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopDO

Com regras e equipamentos próprios, a prática esportiva, criada em Minas Gerais, é reconhecida pela Comissão Nacional do Esporte

Reconhecido oficialmente pela Comissão Nacional do Esporte, o Sorverbol foi criado em 2003 com o objetivo de inovar as aulas de educação física e incentivar mais jovens a praticarem exercícios físicos. Bola e cone na mão lembravam o formato de um sorvete, logo, o nome não poderia ser outro.

O educador físico, instrutor do Programa Rua da Gente e fundador da Confederação Brasileira de Sorvebol, Cláudio Gomes Mendes, conta como teve a ideia de desenvolver o esporte: “Enquanto encerrava mais uma aula, na Escola Estadual Agnelo Correia Viana, em Belo Horizonte, fui surpreendido por um aluno que devolveu a bola num movimento de arremesso e acertou o cone invertido que eu segurava”, afirma o educador que, a partir desta cena, elaborou as regras e criou os equipamentos que dariam origem ao novo esporte.

O jogo deve ser praticado em uma quadra parecida com a de vôlei, entre adversários únicos (1×1), duplas (2×2) ou quartetos (4×4) e sem limite de idade. Cláudio destaca que o jogo é democrático e incluem deficientes e equipes mistas, desde que o número de participantes de cada lado seja equilibrado.

A bola deve ser lançada com o auxílio do cone por cima da rede, de modo que a equipe oponente não consiga capturar. O tempo é dividido entre dois sets, com no máximo 21 pontos. O objetivo do jogo é fazer a bola cair no campo adversário. Vence a equipe ou jogador individual que fizer 21 pontos.

Segundo a Confederação Brasileira de Sorvebol, o jogo também já possui representante e adeptos ao esporte em Miami, estado Flórida nos Estados Unidos. Além disso, as oficinas para aprender a jogar foram transformadas em um projeto aprovado pelo Ministério do Esporte e implantado em escolas de Belo Horizonte, alcançando 22 mil crianças e reunindo mais de 200 instituições para disputar o título de campeã do Sorvebol. “Agora, o objetivo é consolidar o projeto em todas as instituições de ensino de São Paulo e contribuir para o desenvolvimento, socialização e inclusão educacional de jovens e adultos”, finaliza o professor Cláudio.

Sorvebol no Programa Rua da Gente
Quer entrar para esse time e jogar Sorvebol? O professor Cláudio e monitores do Programa Rua da Gente, promovido pela Prefeitura de São Paulo, disponibilizam os equipamentos e aulas de forma gratuita. Simples e objetivo, a dinâmica do jogo é de fácil compreensão para crianças, jovens e adultos. Toda a família pode participar e ter acesso a essa, e outras atividades gratuitas. Para saber mais sobre o Programa Rua da Gente e conferir a programação das aulas, acesse: www.ruadagente.com.br

Leia mais
EsporteFitness

Como voltar a rotina de exercícios físicos após o inverno

exercicio

Passado o inverno, as pessoas retomam suas rotinas diárias de exercícios físicos para voltar a forma no verão. Incluída na programação diária de muita gente, o fim da temporada de frio dá início à de praticar exercícios físicos.

Nem sempre é fácil voltar a se exercitar depois de uma longa pausa. Por isso, o diretor técnico da Sociedade Brasileira de Personal Trainers, Giulliano Esperança, deu 10 para quem quer voltar a rotina de exercícios físicos e manter a forma. Confira:

Pair of legs walking on a trail in nature towards the light

1. Inicie com atividades leves:
Quantas vezes você iniciou um programa de treinamento físico e após uns dias, ficou resfriado, com gripe ou dor de garganta? Esse efeito é devido ao impacto negativo que a intensidade alta do exercício físico exerce sobre o sistema imunológico, exercícios de alta intensidade deprimem o sistema imunológico. Inicie com exercícios leves e moderados, que ao contrário do exercício de alta intensidade, eles melhoram o sistema imunológico.

Pouring water from bottle into glass on blue background

2. Mantenha o foco na hidratação:
Estou falando sobre o elemento mais abundante em nosso corpo, água. Uma pessoa pode ter de 60 a 75% de água pelo corpo, que exerce funções primordiais em nosso corpo. Vamos para o extremo, a desidratação pode levar a graves efeitos sobre o corpo, como o mau funcionamento dos órgãos, principalmente do rim. E se tratando de uma desidratação leve, comprometemos o sistema circulatório, a queda de desempenho físico e até o aumento de risco de lesões musculares.

Friends toasting with beer.

3. Evite o consumo de bebidas alcoólicas:
O álcool afeta o funcionamento pleno do organismo, também atrapalhando muito a hidratação, além das toxinas que exigem o funcionamento saudável do fígado.

4. Escolhas alimentares saudáveis:
O músculo precisa de energia e suas células de nutrientes que são fornecidos pelos alimentos, assim sendo, calorias vazias, alimentos sem nutrientes construtores, prejudicam a desempenho e execução durante o exercício.

5. Defina uma meta:
Definir uma meta, alcançável, ajustada a sua vida pessoal e de trabalho, contribui para o seu sucesso diário, principalmente nos momentos decisivos que envolvem os hábitos de autocontrole alimentar e autogestão de estresse e ansiedade, pois com uma meta clara em mente, aumentamos de ter escolhas mais saudáveis.

6. Fique de olho na qualidade do seu sono:
Em meu trabalho, com meus alunos, monitoro diariamente a qualidade do sono. Como você acorda interfere diretamente em seu desempenho diário, tanto no esforço físico, como também na redução do estresse e ansiedade.

7. Monitore a sua disposição física:
Ao final do dia, verifique como está a sua disposição física. Se você finaliza o dia esgotado, é importante verificar seu nível de aptidão física, se suas escolhas alimentares promovem disposição, se você está com um programa de treino compatível com o seu estilo de vida permitindo uma recuperação completa entre as sessões de treino.

8. Mensure a sua circunferência abdominal: 
A obesidade abdominal, é um promotor de um estado de inflamação crônica de baixo, traduzindo, é berço praticamente de todas as doenças. Para homens, a cintura abdominal deve estar abaixo de 102 cm e mulheres abaixo de 88 cm. Mais importante que o peso corporal, é reduzir a gordura abdominal, indicador fiel de resultado em relação ao emagrecimento.

9. Desafie-se:
Escolha uma roupa que você sonha usar, mas que não está servindo, algo que está ao seu alcance e que agora não está nem um pouco confortável.O desconforto é um ponto importante de mudança, afinal nada é pior que a sensação de colocar uma roupa e não ficar legal, é uma dor emocional que vai lá na alma. Uma dica: quando ficar em dúvida e sem força para treinar, lembre desse momento e dessa roupa.

10. É um excelente momento para agendar um check-up:
É o momento de preparar o planejamento pessoal para agendar as consultas preventivas, cardiologista, urologistas, ginecologista, endócrino, dentista e especialistas que fazem parte da sua necessidade para construir uma saúde 100%.

Leia mais
Esporte

Não perca as esperanças, ainda dá tempo de preparar seu corpo para o verão

STORM12

A estação mais esperada do ano já está batendo em nossas portas. Aquele calor maravilhoso, praia, sol, piscina.Mesmo com pouco tempo para iniciar o processo, você precisará ter foco e coragem, para voltar a se exercitar. Se realmente é isso o que você quer, então, agora é a hora, não deixe nada para amanhã.

Sabotar a você mesmo, te desviará do seu objetivo. O personal trainer Giulliano Esperança, Diretor Executivo do Instituto do Bem-Estar explica que, até a chegada da alta temporada do verão, existem alguns passos importantes que poderão deixar seu corpo em forma, para aproveitar muito bem a estação mais quente do ano.

O primeiro deles é procurar especialistas, que te orientem sobre uma reeducação alimentar e sobre treinos específicos para as suas necessidades. “Entre os treinos que costumo ministrar, apresento o STORM12. São 3 ciclos de treinos, com duração de 12 minutos, todos os dias”, completa Giulliano.

O Ciclo da Tempestade Metabólica: onde é mostrada a exata sequência de 3 ciclos, que têm o poder de acelerar o metabolismo, impedindo que ele chegue a um platô de queima de gordura. Você vai queimar a mesma quantidade de gordura, desde o primeiro ciclo do treinamento, até o último, sem que o corpo pare de gastar calorias, como é comum em dietas e treinamentos convencionais.

Na fase 1, que são as semanas 1 e 2, terá o primeiro contato com a reprogramação do metabolismo. A pessoa sentirá seu corpo queimando gordura e a diferença na balança, perdendo de 1 a 2 números do manequim, logo nessa fase.

Na fase 2, que são as semanas 3 e 4, vai acelerar cada vez mais o metabolismo, impedindo que ele chegue ao famoso platô, acelerando a queima calórica, trabalhando todos os membros do corpo, delineando o corpo e entrando em um estágio mais avançado da tempestade metabólica. O corpo vai automaticamente voltar no tempo, para ter o metabolismo de um jovem de 20 anos e encontrará muito mais facilidade na queima de gordura

Efeito PlatôNa fase 3, que são as semanas 5 e 6, ira ver o corpo dando forma aos músculos, que vão substituir aquelas partes que estão com gordura localizada. O metabolismo estará trabalhando em pleno vapor, para derreter a gordura do corpo e, nesse estágio, você já poderá ter perdido 5 kgs.
“Veja bem, não estamos falando de peso e sim, da perda de pura gordura, principalmente aquelas localizadas, que são as mais teimosas e não querem te largar. Neste momento, você estará em seu potencial ao máximo, mesmo sendo sedentário, por vários anos.” Finaliza o Personal Giulliano Esperança.

Leia mais
EsporteSaúde

Como a prática de atividades físicas pode se tornar uma grande aliada no tratamento de doenças respiratórias

Entenda_como_os_exercícios_físicos_auxiliam_no_combate_à_depressão.jpg-810×540

Pacientes de asma e DPOC podem — e devem — fazer exercícios

Muitos pacientes de doenças respiratórias evitam praticar qualquer atividade física pelo medo de trazer à tona sintomas como tosse e falta de ar. Mas pesquisas apontam os benefícios da prática regular de atividades físicas para pacientes de asma [i] e de DPOC[ii]. Com tratamento contínuo e acompanhamento de um pneumologista, é possível levar uma vida sem limitações.

A asma geralmente surge na infância, apresenta crises repetitivas de falta de ar e chiado no peito e é frequentemente chamada, erroneamente, como a bronquiteiii; A DPOC é mais frequente em pessoas com mais de 40 anos, é causada principalmente pelo cigarro e popularmente pode ser entendida como bronquite com enfisema no pulmão, e se agrava progressivamenteiii. Ambas são extremamente comuns no Brasil e são caracterizadas principalmente pela inflamação crônica dos brônquios e obstrução das vias aéreas. Outro aspecto em comum são os sintomas, como chiado no peito, falta de ar e tosse, que se manifestam com mais frequência quando a doença não está controlada.

Para mantê-las sob controle, especialistas recomendam então evitar a exposição a determinados alérgenos como ácaros, mofo e cigarro iv. Além disso, a prática frequente de esportes pode afastar reduzir as crises de asma e os sintomas da DPOC. O pneumologista e diretor da Comissão de Infecções Respiratórias da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia, Dr. Mauro Gomes, desmistifica a crença de que pacientes de doenças respiratórias não podem realizar esportes. “Sintomas como tosse e falta de ar podem sim ser desencadeados por esforço físico, mas isso não deve ser uma desculpa para não os realizar. Ao fazer algum tipo de atividade aeróbica três vezes por semana, como corrida, natação ou ciclismo, você ajuda a fortalecer a musculatura do tórax e das pernas, melhora o condicionamento cardiorrespiratório e minimiza a sensação de falta de ar, que se torna se menos frequente” explica.

O Dr. Mauro Gomes oferece algumas dicas de atividades e esporte que auxiliam no controle e tratamento das doenças. “A prática de qualquer atividade aeróbica é benéfica, seja caminhada, corrida, ciclismo ou outro esporte”

No caso da asma, 90% dos pacientes não têm controle sobre a doença no Brasilv. O que é um dado muito preocupante, pois de acordo com o nível da gravidade, a asma pode provocar sérios impactos na vida do paciente, tais como insônia, fadiga, diminuição do nível de atividades. Para que os pacientes tenham um controle pessoal sobre a gravidade da asma, a Iniciativa Global para Asma (GINA)vi disponibiliza algumas perguntas de autoavaliação. Se nas últimas quatro semanas o paciente tiver sintomas diurnos mais de duas vezes por semana, despertares noturnos devido à asma, se fez uso do medicamento de alívio mais de duas vezes por semana e/ou se possui qualquer limitação de atividade devido à asma, é considerado que a doença não está sob controlevi.

Já a DPOC é causada principalmente pelo consumo de cigarrovii. Essa condição atinge cerca de 14,9% da população brasileira com idade superior a 40 anosvii e ainda assim 50% dos pacientes são diagnosticados quando a doença já está em estágio moderadovii. Assim como a Iniciativa Global para Asma (GINA), a Iniciativa Global para a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (GOLD)viii também possui indicadores chave para considerar o diagnóstico de DPOC e existem 5 perguntas básicas (GOLD) que ajudam a identificar pacientes que podem ter a doença, a qual pode ser confundida com sinais do processo de envelhecimento:

• Ter mais de 40 anos;
• Ser fumante ou ex-fumante;
• Ter tosse frequente;
• Apresentar expectoração ou “catarro” constante
• Cansaço ou falta de ar ao fazer esforço, como subir escadas ou caminhar.

O Dr. Mauro Gomes ressalta que aos primeiros sinais de cansaço, tosse, pigarro e falta de ar contínuos é recomendável buscar ajuda de um especialista, “No caso da DPOC, a prevenção é a melhor escolha para não desenvolver a doença, enquanto pacientes de asma devem estar sempre em alerta para os riscos de crises”. O tratamento contínuo com medicamentos apropriados de prevenção, melhoram significativamente a função pulmonar dos pacientes e minimizam o risco de crises. Tratamentos complementares como a prática de atividade física regular e vacinação também contribuem para uma melhor qualidade de vida.

A Boehringer Ingelheim:
A Boehringer Ingelheim é uma das 20 principais farmacêuticas do mundo e possui cerca de 50.000 funcionários globalmente. Atua há mais de 130 anos para trazer soluções inovadoras em suas três áreas de negócios: saúde humana, saúde animal e fabricação de biofármacos. Em 2018, obteve vendas líquidas de cerca de € 17,5 bilhões e os investimentos em pesquisa e desenvolvimento corresponderam a 18% do faturamento líquido (mais de € 3,2 bilhões). No Brasil há mais de 60 anos, a Boehringer Ingelheim possui escritórios em São Paulo e fábricas em Itapecerica da Serra e Paulínia. A empresa recebeu, em 2019, pelo terceiro ano consecutivo, a certificação Top Employers, que a elege como uma das melhores empregadoras do mundo por seu diferencial nas iniciativas de recursos humanos. Para mais informações, visite www.boehringer-ingelheim.com.br e www.facebook.com/BoehringerIngelheimBrasil.

Leia mais
EsporteSaúde

Qual a importância de fazer um check-up antes de começar a treinar?

shutterstock_1036798453-1

O corpo humano é uma máquina que funciona como um todo, tudo está interligado e quem está comando dessa máquina fantástica, como todos sabem, é o cérebro. Porém o que muitos não têm ciência é sobre o funcionamento do sistema de cada organismo do corpo humano.

Todos nós só vemos nosso corpo pela parte externa, se aparecer uma ferida na nossa pele, logo já vimos. Já na parte interna se o corpo não tiver nenhuma reação de dor, não sabemos se tem alguma ferida internamente, e seguimos a vida normalmente.

Qualquer atividade física é um estresse muscular do corpo, vamos colocá-lo para trabalhar, e dependendo ele será fadigado em alguma parte. E o treinamento de força terá que ter um estímulo muscular para poder apresentar a força e tamanho de músculo que queremos que ele tenha auxiliado com uma rica alimentação.         

Nós, Educadores Físicos temos que fazer um treinamento diferenciado para cada tipo de pessoa, interfere muito a diferença de faixa etária, sexo e qualidade de vida da pessoa com que vamos começar a trabalhar. O treino de uma é sim diferente da outra. E todo mundo passa pelo período de adaptação.

Por exemplo, o treinamento de uma mulher na faixa etária de 50 anos com os hormônios alterados por conta da menopausa ou não, é muito diferente de um homem que apresenta a doença da obesidade e que está na faixa etária de 20 anos. Temos que saber como está o sistema do organismo de cada pessoa para podermos realizar um tratamento qualificado e eficaz para todos e de acordo com a necessidade.

O check-up médico é muito importante para colhermos dados eficazes, qualitativos e quantitativos, pois assim o profissional pode prescrever o treinamento mais qualificado para o aluno alcançar o resultado que deseja sem haver prejuízos para saúde e assim aumentar sua qualidade de vida. E também a avaliação médica é o material que vai proporcionar um feedback preciso do desenvolvimento físico do aluno.

Fonte: Jéssica Roberta Silva, especialista em biomecânica do pilates na Health4u Academia.

Leia mais
Esporte

6 dicas básicas para quem deseja começar a correr

corrida250817

Educadora física cadastrada no aplicativo de serviços GetNinjas indica quais são os cuidados que devem ser tomados por quem quer praticar a modalidade

A proximidade do verão faz com que muitas pessoas voltem a se exercitar. Das diversas modalidades existentes, a corrida é uma das que ganha mais adeptos neste período. Mas, para praticá-la de maneira segura, é preciso tomar alguns cuidados. Pensando nisso, a educadora física Thais Nascimento Ghendov Gonçalves dos Santos, que atende pelo GetNinjas , maior aplicativo de contratação de serviços da América Latina, elencou seis dicas básicas para que deseja se iniciar na modalidade. Confira abaixo quais são elas:

1 – Busque um médico: antes de pensar em praticar qualquer atividade física, é essencial procurar por um médico e realizar exames periódicos. É muito importante que o seu corpo esteja preparado para fazer algo que exige esforço físico.

2 – Fortaleça a musculatura: o segundo passo para começar a correr é fortalecer a musculatura envolvida na atividade. No ambiente das academias de ginástica, há uma diversidade de equipamentos que proporcionam fortalecimento. Porém, há alguns exercícios feitos em casa de forma adaptada que também ajudam a alcançar este objetivo. #DicaNinja: o agachamento, por exemplo, é um ótimo exercício que pode ser realizado em casa e proporciona esse resultado.

3 – Pratique exercícios educativos: somente após o fortalecimento da musculatura é que é recomendado iniciar os exercícios educativos. Eles são chamados de educativos porque são responsáveis pela melhora de cada movimento da modalidade e também ajudam na postura para a execução da atividade. “Eles funcionam como uma dança: primeiro, nós pegamos os passos de cada parte da música, depois, treinamos várias vezes cada um deles e, por fim, juntamos tudo para criar a coreografia”, explica Thais. #DicaNinja: um dos principais exercícios educativos de corrida pode ser feito em casa desta maneira: em pé, sincronize perna direita com braço esquerdo e perna esquerda com braço direito. Comece devagar e aumente a velocidade aos poucos até que o movimento torne uma corrida.

4 – Utilize calçados adequados: um calçado adequado é um item indispensável para praticar corrida, porque, além de contribuir com o seu conforto, previne lesões nas articulações e evita dores nos pés, nas pernas e na coluna. Além disso, te ajuda a ter um rendimento melhor durante a atividade.

5 – Mantenha a regularidade nos treinos: se exercitar no mínimo três vezes por semana é o ideal para alcançar sua meta. Isso inclui exercícios na academia, atividades em casa e corridas na rua. O importante é manter o foco e a frequência das atividades.

6 – Comece devagar e vá progredindo: comece fazendo pequenas treinos intercalando corrida e caminhada ou corrida e descanso. Assim, seu corpo vai se adaptando à nova rotina e se condicionando. Tente tudo isso na esteira, inicialmente, e, de maneira gradativa, intercale com corrida de rua.

Sobre o GetNinjas

Disponível para Android, iOS e web, o GetNinjas (www.getninjas.com.br) foi eleito, em 2017, pela Forbes Brasil como uma das empresas mais promissoras do Brasil. Atualmente, possui mais de 200 tipos de serviços disponíveis, entre eles estão profissionais das áreas de reformas, moda e beleza, assistência técnica, serviços domésticos, aulas, eventos, entre outros. A empresa, que recebeu R$ 47 milhões de aporte de fundos como Monashees, Kaszek e Tiger Group, já está presente em mais de 3 mil cidades do Brasil, registra cerca de 3 milhões de pedidos de serviços ao ano, e conta com 1 milhão de profissionais cadastrados. O GetNinjas foi fundado em 2011 por Eduardo L’Hotellier, que atua como CEO — à frente das operações.

Leia mais
EsporteLançamentos

TRÊS MODELOS ADIDAS CONSORTIUM CHEGAM AO BRASIL HOJE

545092

TORSION TRDC, SC PREMIERE NEXT DOOR E A.R. TRAINER NEXT DOOR DESEMBARCAM NA GUADALUPE STORE

A pair of sneakers

Description automatically generated
545092
A picture containing footwear, clothing

Description automatically generated

Hoje, adidas Consortium desembarca no Brasil três novas iterações de ícones das três listras – a tecnologia Torsion System com o Torsion TRDC, o SC Premiere e o A.R. Trainer, disponíveis na Guadalupe Store.

Consortium Torsion TRDC homenageia o design de um dos tênis menos conhecidos da adidas, o Trediac. O lançamento é fiel às tecnologias e materiais que fizeram do modelo original uma jóia perdida dos arquivos da marca. O modelo traz a tecnologia Torsion System, que há mais de 30 anos traz uma pisada mais estável para diversos sneakers do portfólio das três listras. A entressola é em EVA o calcanhar traz a tecnologia ADIPRENE em verde limão. Um azul vibrante percorre o restante da entressola, assim como o cabedal que traz diferentes tipos de malha para oferecer mais conforto e estabilidade.

Para a sua segunda história, adidas se une a The Next Door, loja francesa que desde 1999 é um destino obrigatório por franceses aficionados por skate e moda street, ansiosos para encontrar algo especial fora da bolha de Paris. Em sua parceria com as três listras, The Next Door oferece a vibe de sua cidade natal – Avignon, no sudeste da França, para mostrar releituras imperdíveis dos icônicos SC Premiere e A.R. Trainer.

Inspirados na comédia e na tragédia, símbolos dos teatros clássicos, cada sneaker traz uma identidade. O A.R. Trainer celebra a Comedie, inspirado nas roupas icônicas de arlequim, com toques sutis das cores destes figurinos, com tons rosa pêssego nas três listras e uma sola verde-menta suave na parte de baixo. Já o SC Premiere celebra a Tragedie, utilizando uma paleta branca pontuada por um vermelho intenso. Sua aparência é discreta mas a execução é super premium, com cabedal de couro e detalhes em camurça.

Os lançamentos da adidas Consortium já estão disponíveis na Guadalupe Store, na Rua Três Rios, 126, em São Paulo.

Leia mais
EsporteFitness

Com tecnologia para economia de energia, ASICS apresenta seu novo tênis de running performance: GLIDERIDE

fbmpahohjlpabgig

Após lançamento global com ativação inédita e participação de dois brasileiros, marca apresenta novo modelo nesta quinta-feira (24), em São Paulo

A ASICS dá um importante passo rumo à evolução dos tênis de running performance ao lançar o aguardado GLIDERIDE. Trazendo a exclusiva tecnologia GUIDESOLE – apresentada pela primeira vez no lançamento do METARIDE, o novo tênis da marca esportiva será um importante aliado para os corredores que procuram maior economia de energia durante cada passada. O lançamento global contou com uma ação surpresa: 20 convidados, entre influenciadores e jornalistas, incluindo os influenciadores brasileiros Gustavo Maia e Deborah Aquino, puderam correr e experimentar o novo modelo em uma prova sem linha de chegada no meio do deserto de sal em Utah, nos EUA. No Brasil, o lançamento oficial será nesta quinta-feira (24), em um evento na flagship store da marca na rua Oscar Freire, em São Paulo.

Projetado pela equipe de especialistas e designers do Instituto de Ciências do Esporte da ASICS (ISS) em Kobe, no Japão, o desenvolvimento do GLIDERIDE foi acelerado para oferecer a nova tecnologia a um número maior de corredores. Diferentemente do METARIDE, lançado no primeiro semestre deste ano, o GLIDERIDE é mais leve: pesa em média 290g. Já o preço de R$ 899,99 também é mais acessível que seu antecessor e dialoga com o plano da marca em alcançar ainda mais adeptos.

A tecnologia GUIDESOLE é uma das principais novidades. Consiste em um solado mais curvado, com formato mais ergonômico e preciso, reduzindo a perda de energia. Ele é o responsável em minimizar o movimento da perna através da passada, além de proporcionar uma sensação de inércia sem esforço. Durante os testes realizados no ISS, foi comprovado cientificamente que o novo modelo de running performance da ASICS reduz a perda total de energia na articulação do tornozelo, onde os corredores gastam mais energia. Conta com melhor amortecimento e conforto, além de, mesmo tendo um peso mais leve, manter a estabilidade, facilitando o desempenho e a proteção.

Kenichi Harano, diretor executivo e gerente geral sênior da ISS, comentou: “A recepção positiva e a velocidade com que os corredores adotaram a nova tecnologia nos incentivaram a desenvolver o GLIDERIDE em tempo recorde. Sem comprometer a eficiência, ele oferece uma corrida mais confortável, que acreditamos ter o potencial de ajudar corredores de todos os níveis a melhorar significativamente o desempenho, indo mais além do que eles pensavam ser possível “.

Lançamento Global

Para demonstrar o que realmente significa a ideia de economia de energia para os corredores, a ASICS testou o novo modelo em uma corrida única realizada em Bonneville Salt Flats, Utah (EUA), no último dia 7 de setembro de 2019.

A corrida, projetada por uma equipe especializada de cientistas esportivos, analistas de dados, treinadores e engenheiros de elite do ASICS RUNKEEPER ™, reuniu 22 corredores de diferentes habilidades de todo o mundo, incluindo os influenciadores Gustavo Maia e Deborah Aquino. O objetivo era colocar à prova a mais recente tecnologia GUIDESOLE em uma corrida sem uma linha de chegada. Os participantes exploraram como a tecnologia de economia de energia pode ajudá-los a melhorar o desempenho e na batalha contra si mesmos. Alguns dados obtidos: 71% dos atletas correram além da distância prevista com um média de aumento da distância de 24%.

“Levamos efetivamente nosso laboratório de pesquisa de Kobe para Salt Flats para entender diretamente com os corredores como eles podem se beneficiar de nossa nova tecnologia em uma situação real”, comentou Harano. “O que aprendemos nesta prova é a importância de otimizar a energia. Isso nos alimentará em busca de melhorias, pensando muito além do calçado.” finaliza.

“Corri 26,03km num salar. Jamais pensei nessa experiência. E quando cansei e cheguei na base, soube que fui a segunda mulher, atrás apenas de uma atleta olímpica que seguia correndo, e a terceira colocada geral! O que posso dizer? Estou feliz demais! Cheguei mais longe do que pensei! Agradeço a ASICS pela experiência”, resumiu Deborah.

“Saio dessa experiência renovado e com um horizonte mais límpido! Agradeço a marca pelo convite e muito obrigado a Deborah Aquino pela companhia e amizade de sempre”, finaliza Gustavo Maia.

Segundo Yasuhito Hirota, Presidente e COO da ASICS, “esta última inovação é um marco importante para alcançar nosso objetivo de disponibilizar nossa tecnologia de economia de energia a todos os corredores”. Ele ainda informa que novidades devem chegar em breve: “No primeiro semestre de 2020 lançaremos o próximo tênis da família chamado EVORIDE. O compromisso da ASICS com essa nova categoria vai além do calçado, com a introdução planejada de mais inovações”.

O GLIDERIDE será vendido a partir de 24 de outubro em edição limitada exclusivamente em todas as lojas fullprice ASICS e no e-commerce da marca: www.asics.com.br

Tecnologias inclusas:
– GUIDESOLE™: Entressola curvada ajuda a minimizar o movimento na região onde há o maior gasto de energia na corrida;
– FLYTEFOAM™ E FLYTFOAM™ Propel: Entressola mais duradoura que oferece amortecimento, leveza e responsividade;
– TECNOLOGIA GEL™ no calcanhar: Máximo amortecimento e redução do choque do pé com o chão;
– SOLADO AHARPLUS™: Muito mais durabilidade;
– ENGINEERED MESH: Respirabilidade com conforte extremo sem perder o suporte.

Leia mais
EsporteEventos

São Paulo sediará o primeiro evento nacional exclusivo de Boxe feminino profissional e amador

e06894099aba7ba7c7109d1f5dc11b75

Dia 26 de outubro, no Museum Food Park, o Ipiranga, histórico bairro da cidade de São Paulo, irá sediar um evento inédito e que promete quebrar paradigmas no cenário atual do pugilismo. O PPink Punch19 – primeiro evento nacional exclusivo de Boxe feminino profissional e amador é uma iniciativa conjunta entre mulheres amantes da modalidade idealizado por Loren Capecce, medalhista panamericana de Boxe e tetracampeã brasileira. É muito importante destacar que será o primeiro evento exclusivamente de Boxe feminino. Sempre dependemos de eventos com lutas masculinas para que ocorressem os combates femininos.

Como mulher e atleta, digo que é um evento que eu particularmente gostaria de ter lutado no início da minha carreira. Por isso estou muito empenhada em fazer acontecer”, conta Loren, que começou no Boxe aos 14 anos, tem hoje 17 anos de carreira e um cartel com 193 vitórias e apenas 8 derrotas. Segundo a lutadora e dona de um espaço dedicado somente para as mulheres treinarem Boxe, além de fomentar a valorização da mulher e mostrar sua força,

O evento pretende quebrar mais algumas barreiras em relação ao Boxe feminino. “Quando eu comecei no esporte não existia, por exemplo, o viés feminino. Usávamos tudo exatamente igual ao masculino (referência à roupas, acessórios e equipamentos), o que também não é adequado”, afirma Loren.

A lutadora pode ser feminina, esteticamente falando, que isso não afeta sua performance. Por isso também vamos inovar trazendo esse olhar feminino para o espetáculo. Conseguimos o ringue rosa, uniformes com saia; enfim, vamos trazer elementos que tenham a nossa cara e assim nos diferenciar”, afirma. Segundo dados da Federação Paulista de Boxe, mais de 70% dos alunos de Boxe em academias do estado de São Paulo são do sexo feminino.

Emagrecer, relaxar e conquistar mais saúde são alguns dos motivos que tem atraído esse público para os ringues. Entretanto, Loren destaca que as mulheres também estão enxergando na modalidade um caminho para seguir carreira no esporte, algo que não ocorria anos atrás. “Apesar dos preconceitos que muitas boxeadoras ainda sofrem e da falta de patrocínio, o esporte continua se destacando entre as mulheres. Hoje em dia, muitas escolhem o Boxe como esporte e brilham nos ringues do mundo”, reforça Capecce.

A dinâmica do evento Serão 6 lutas, 5 amadoras e 1 profissional, valendo um cinturão. O evento será limitado e contará com a presença de aproximadamente 600 convidados. Além dos fãs da modalidade, artistas, treinadores e alguns ícones do Boxe, como Acelino “Popó” Freitas, tetracampeão mundial, prometem prestigiar a iniciativa. A escolha da data para realização do evento também é simbólica para as mulheres. Com o mês de outubro, já conhecido mundialmente como um mês marcado por ações relacionadas à prevenção e diagnóstico do câncer de mama. Loren aproveita a oportunidade para destacar a luta das mulheres contra a doença. “Enfrentar um câncer não é nada fácil. Imagine a batalha que é lidar com sessões de quimioterapia, em alguns casos com a perda do seio — mastectomia.

A força da mulher em superar esses desafios é imensa e por isso mesmo podemos associá-la ao Boxe, uma modalidade que pode extrair forças de onde nem imaginamos e que carrega em sua essência essa capacidade de superação”, explica a lutadora.

A oportunidade de negócios a boa fase de lutadoras brasileiras nos ringues, motivada principalmente pelo fenômeno UFC, tem atraído cada vez mais os olhares de empresas que observam no esporte uma plataforma única e eficiente de se conectar com um consumidor diferenciado e relevante. Pensando nisso, o PPink Punch19 também busca otimizar a exposição das marcas por meio de interações exclusivas com um público seleto e de grande atratividade.

“Os expositores e patrocinadores terão a oportunidade de serem vistos por cerca de 600 convidados, com perfil de consumo A/B, ou seja, alto poder aquisitivo e de decisão de compra; consumidores de diversos produtos e serviços. Por isso, quem tiver interesse, convido a agendar uma reunião e saber mais sobre o projeto”, convoca Loren.

O evento contará com a presença do Acelino “Popó” Freitas, Servílo de Oliveira e Éder jofre que estará com em primeira mão no evento com o cinturão do WBC que será premiado no dia 24 no México.

Serviço PPink Punch19

Data: 26 de outubro

Horário estimado: 18hs às 22hs

Local: Museum Food Park – Avenida Nazaré, 186, Ipiranga — São Paulo — SP

Ingressos – Pontos de venda: Lojas Vestem / Garagem Art Box / Museum Food Park / Instagram: @ppinkpunch

Lutas Principais Loren Capecce: Loren foi detentora de alguns titulos importantes como:

Prata – Campeonato Panamericano de Boxe – (categoria 54Kg) certificado pela AIBA (Associação Internacional de Boxe Amador) realizado Trinidad e Tobago.

Bronze – Campeonato Panamericano de Boxe – (categoria 54kg). Realizado na Argentina.

Tetra campeã Brasileira certificado pela CBBoxe (Confederação Brasileira de Boxe). Prata — Campeonato Brasileiro — (categoria 54Kg). Certificado pela CBBoxe (Confederação Brasileira de Boxe).

Prata — Campeonato Brasileiro — (categoria 52Kg) — Certificado pela CBBoxe (Confederação Brasileira de Boxe).

Prata — Campeonato Brasileiro — (categoria 54Kg) –. Certificado pela CBBoxe (Confederação Brasileira de Boxe).

Pentacampeã Paulista Certificado pela FEBESP (Federação de Boxe do Estado de São Paulo).

Campeã Paulista –. Certificado pela FEBESP (Federação de Boxe do Estado de São Paulo).

Campeã Paulista — Certificado pela FPB (Federação Paulista de Boxe) – Primeiro título de boxe feminino nos 100 anos de existência do Sport Club Corinthians Paulista.

Pentacampeã dos Jogos Abertos do Interior. Certificado pela FEBESP (Federação de boxe do estado de São Paulo).

Prata — Campeonato Jogos Abertos do Interior –. Certificado pela FEBESP (Federação de boxe do estado de São Paulo).

Prata — Campeonato Jogos Abertos do Interior –. Certificado pela FEBESP (Federação de boxe do estado de São Paulo). Atleta revelação de boxe por 3 anos — COTP (Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa). Ganhadora do Premio Melhor Atleta Jovem de Boxe Amador concedido no Memorial da America Latina .

Campeã do torneio mineiro Profissional

Leia mais
1 2 3 4
Page 1 of 4