Empreendedorismo

Como o treinamento vivencial pode transformar o conhecimento em ação

O treinamento vivencial é uma excelente ferramenta para desenvolver habilidades e competências em seus funcionários, voltadas à ação.

O conhecimento pode ser adquirido de várias formas, porém, sabemos que a vivência faz toda a diferença na fixação de um conteúdo ou até mesmo o desenvolvimento de uma habilidade.
Por esse motivo, o treinamento vivencial se destaca quando comparado a outros modelos de treinamentos corporativos, promovendo uma verdadeira transformação na forma de agir de seus participantes.
Fabio Abate sócio diretor do Netas Treinamento & Desenvolvimento, explica nesse artigo como treinamento vivencial pode transformar o conhecimento em ação.

O que é o treinamento vivencial?
O treinamento vivencial é uma capacitação que busca transmitir determinado conteúdo e desenvolver habilidades e competências por meio de atividades experienciais.

A realização de jogos corporativos e dinâmicas de grupos para a resolução de cases é um dos pontos chave de um treinamento vivencial, que coloca o participante em contato com situações conflitantes e que precisam ser resolvidas com urgência e em equipe. Atividades de reflexão e que estimulam o autoconhecimento também são muito aplicadas neste tipo de treinamento, fortalecendo a autoconfiança e mostrando o que o colaborador é capaz de entregar para a sua empresa.

Como o treinamento vivencial pode transformar o conhecimento em ação?
Em um mercado altamente competitivo, trabalhar com o desenvolvimento de equipes e cuidar da atração e retenção de talentos é um diferencial enorme para grandes empresas que desejam se destacar.
Diversas crises organizacionais poderiam ser facilmente evitadas com a construção de times unidos e a melhora da comunicação entre eles. Fabio Abate listou alguns dos resultados de um treinamento vivencial bem executado, e que levam os colaboradores de uma empresa à tão esperada ação.

Aprendizado acelerado
Como em um treinamento vivencial as emoções são facilmente despertadas, o aprendizado é mais rápido do que em uma sala de aula, onde os conceitos são transmitidos por teoria.

Ao se apresentar por meio de emoções, o conceito é retido mais facilmente pela pessoa, que passa a associar determinada ação com sua vivência e, assim, acessar esse conhecimento toda vez que tiver que lidar com uma situação parecida.

Identificação das responsabilidades
Um trabalho em equipe bem feito deve ter todas as responsabilidades e etapas delegadas claramente para todo o time.
Esse é, inclusive, um dos erros mais comuns na gestão de um time e que gera muitos conflitos nas organizações.

Quando os membros não sabem exatamente sobre quais tarefas eles são responsáveis e o que eles devem esperar de seus colegas, executar o trabalho com excelência é quase impossível.
Além disso, quando um colaborador passa por algum tipo de treinamento, ele se sente mais valorizado em seu trabalho, pois percebe que a empresa realmente está investindo em sua capacitação e, portanto, tem interesse em fazê-lo crescer dentro dela.

Integração da equipe
O fortalecimento do trabalho em equipe traz benefícios imensuráveis para o dia a dia da organização, que ganha na agilidade dos processos, melhora do clima organizacional, motivação e até mesmo em inovação e criatividade, visto que quando integradas, as pessoas estão mais dispostas a discutirem novas idéias e soluções.

Durante um treinamento vivencial os pontos fracos e fortes de cada um e da equipe como um todo é explorado, fazendo com que eles conheçam suas limitações e trabalhem em cima delas.
Além disso, em uma experiência vivencial, os participantes transmitem seus pontos de vista uns para os outros e criam um pensamento crítico para melhorar a empresa e seus processos, entendendo que cada um tem um papel fundamental nisso.

Conhecimento colocado em prática
Não é difícil encontrar pessoas que durante um curso ou treinamento digam coisas como “não sei por que estamos aprendendo isso, se nunca vamos usar”. 

Porém, em um treinamento vivencial não há espaço para esse tipo de crença ou comportamento, já que os membros são desafiados a colocarem em prática tudo o que aprenderam, evidenciando que eles podem e devem utilizar esses conceitos para solucionar os problemas do dia a dia da companhia.
A participação dos colaboradores em situações iguais às que acontecem em seu trabalho, mas em um contexto diferente, facilitam a assimilação do conteúdo e mostra o quanto eles podem ser mais dinâmicos, explorando novas possibilidades, que podem ser aplicadas em seu setor ou empresa.

Exemplos de treinamentos vivencial realizado pelo Netas Treinamento & Desenvolvimento:

Mais sobre NETAS: 
NETAS (Treinamento empresarial)
NETAS é uma metodologia que abrange conteúdo inteligente, dinâmica vivencial e processamento construtivo. Atividades In Company, Outdoor, eventos e projeto personalizado para a sua empresa. 7 anos em treinamento e desenvolvimento de competências para líderes e equipes.
Portfólio de soluções criativas na área de Recursos Humanos, Treinamentos e Eventos

Top 5 no TOP of Mind 2017
Capacitar, promover conhecimento, desenvolver novas idéias e habilidades para gerar a transformação das pessoas por meio de treinamentos, atividades e dinâmicas vivenciais de desenvolvimento pessoal e profissional.

Tags : açãoferramentaTreinamento vivencial
Bruna Munhoz

The author Bruna Munhoz

Leave a Response