Sem Categoria

Viva e Deixe Viver promove curso gratuito sobre tratamento humanizado de jovens com doenças crônicas

Aulas serão realizadas de 26 de agosto a 30 de setembro, na Escola de Enfermagem da USP, em São Paulo

O período da adolescência é marcado por certas características que se repetem no nosso imaginário. Independentemente dos diferentes gostos, classes sociais e vontades, os jovens vivem intensamente suas descobertas e a necessidade de se encaixar em um grupo. No entanto, adolescentes com doenças crônicas lidam com as questões da transição para a vida adulta ao mesmo tempo em que aprendem a conviver com sua condição de saúde.

Devido à importância do tema, a Associação Viva e Deixe Viver (Viva) irá promover o curso “Vida – Valorização Integral da Adolescência”, totalmente gratuito, com objetivo de destacar a humanização do atendimento de jovens com doenças crônicas. A iniciativa tem como público-alvo estudantes e profissionais da saúde, voluntários, pacientes e seus acompanhantes.

As aulas ocorrerão de 26 de agosto a 30 de setembro, todas as segundas e quartas-feiras, das 18h30 às 21h30, sede da Escola de Enfermagem da USP. No total, serão 10 módulos, que abordarão temas como aderência ao tratamento, convivência com a doença, preconceito, valorização pessoal e autoestima, políticas públicas relacionadas à humanização da saúde, e direitos e deveres do paciente adolescente.

A abertura do curso será realizada no dia 24 de agosto, das 9h às 12h, com um bate-papo sobre o tema com o fundador e presidente da Viva, Valdir Cimino, e a diretora da Escola de Enfermagem da USP, Regina Szylit, durante o Fórum – Futuro e Sustentabilidade. O curso possui carga horária de 30h. Mais informações em (11) 3081-6343, no site da entidade (vivaedeixeviver.org.br) ou pelo e-mail [email protected]

Serviço

Curso “Vida – Valorização Integral da Adolescência”

Módulos:
1º: Descoberta, informação e convivência com a doença

2º: Adesão e aderência ao tratamento

3º: Interdependência: Famílias, Amigos e Profissionais da Saúde

4º: A Estética do Preconceito

5º: Sexualidade: descoberta e prevenção

6º: Relações Humanas: Valorização Pessoal e Autoestima

7º: Política Pública e Humanização

8º: A Era da Informação: Comunicação e Cultura/ Redes Sociais: Sociedade Globalizada

9º: Direitos e Deveres do Paciente Adolescente

10º: Educação: Fome pelo conhecimento

Palestra de Abertura: 24 de agosto
Aulas: De 26 de agosto a 30 de setembro
Local: Escola de Enfermagem da USP – Av. Dr. Enéas Carvalho de Aguiar, 419 – Cerqueira César, São Paulo – SP, 05403-000. *Curso gratuito com vagas limitadas

Sobre a Associação Viva e Deixe Viver:

Fundada em 1997, pelo paulistano Valdir Cimino, a Associação Viva e Deixe Viver é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) que conta com o apoio de voluntários que se dedicam a contar histórias para crianças e adolescentes hospitalizados, visando transformar a internação hospitalar num momento mais alegre, agradável e terapêutico, além de contribuir para a humanização da saúde, causa da entidade. Hoje, além dos 1.357 fazedores e contadores de histórias voluntários, que visitam regularmente 90 hospitais em todo o Brasil, a Associação conta com o apoio das empresas Pfizer, UOL, Mahle Metal Leve, Volvo e Instituto Helena Florisbal.

Bruna Munhoz

The author Bruna Munhoz

Leave a Response